Bitcoin despenca no domíngo e esquema ponzi é principal suspeito

O preço do Bitcoin despenca no domíngo e esquema ponzi é principal suspeito. A queda foi de mais de 10% gerando medo e incerteza aos investidores. O esquema ponzi estaria liquidando uma grande quantidade das criptomoedas roubadas.

A queda que o preço do bitcoin sofreu no último domíngo pegou muita gente desprevinida. A somatória foi de pouco mais de 10% de desvalorização do cripto ativo em poucas horas.

Foram mais de US$ 92 milhões em vendas da criptomoeda em apenas 1 dia, quantia suficiente para fazer o mercado cripto cair e ficar no vermelho em todas as exchanges.

O trader e analista Kevin Svenson, compartilhou em seu twitter o que seria o possível motivo para tal movimentação. Svenson notou que uma carteira havia movimentado 13.000 Bitcoins no ultimo fim de semana e que essa mesma carteira estaria associada ao esquema ponzi PlusToken.

Bitcoin despenca no domíngo e esquema ponzi é principal suspeito

Se essa movimentação seguir os mesmos padrões dos demais esquemas de pirâmide, possívelmente essa massiva transferencia seria para liquidação total do volume.

Um outro usuário do twitter também compartilhou na rede social um print de diversas ordens de venda na exchange Bitfinix feita no fim de semana.

São dezenas de ordens realizadas, a grande maioria com volume superior a US$100.000.

Apesar de não ser possível conectar a movimentação da carteira da PlusToken com as ordens de venda na exchange Bitfinix, varios membros da comunidade cripto estariam certos que esse é o caso.

O lado bom disso tudo é que possivelmente a PlusToken teria aproximadamente 20.000 Bitcoins em todas suas carteiras, então esses grandes despejos estariam chegando ao fim.

Porém, mas também, no entanto, contudo, mas, todavia, porque, porém, no entanto, mas também é porém, mas também, contudo, todavia, porque, no entanto, mas também é, porém, contudo, todavia, porque, porém, no entanto

BitcoinO que é?mas também, no entanto, mas também é porém, contudo, todavia, porque, porém

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *