Início»Blockchain»O PODER DA BLOCKCHAIN #8: Comércio de energia solar

O PODER DA BLOCKCHAIN #8: Comércio de energia solar

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O excesso de energia solar gerado por uma rede solar comunitária no Banister Housing Estate, em Hackney, um bairro londrino, foi enviado para uma estrutura residencial próxima usando a tecnologia blockchain. Foi o primeiro comércio de energia do Reino Unido usando blockchain.

Um quilowatt-hora de eletricidade solar foi enviado usando a tecnologia feita pela Verv, uma startup de energia inteligente do Reino Unido. A Verv oferece um monitor de energia residencial inteligente que usa AI para ajudar os proprietários a analisar e gerenciar o consumo de eletricidade. A startup também desenvolveu uma solução de negociação de energia peer-to-peer (P2P) baseada em blockchain. Este sistema permite que os consumidores que possuem energia renovável e armazenamento de energia vendam o excesso de eletricidade.“Com a instalação dos nossos centros inteligentes da Verv, estamos sendo capacitados para gerar, armazenar e comercializar nossa própria energia da comunidade, e estou muito empolgado para ver como esse teste evolui. É seguro dizer que os custos de energia são muito altos e é importante, agora mais do que nunca, buscar soluções”, explicou um membro da comunidade da Câmara Bannister.

Alguns membros do sistema de energia solar da comunidade, por vezes, não consomem toda a sua eletricidade e têm excesso. Usar a blockchain permite que eles a vendam para pessoas próximas a eles que precisam dela. Também permite que essa eletricidade limpa seja consumida por vizinhos que, de outra forma, teriam consumido eletricidade da rede, que geralmente é “suja”. Em outras palavras, a eletricidade limpa tem uma pegada de carbono menor. A tecnologia blockchain usada para negociar eletricidade limpa para ajudar a escolher o melhor preço para vender.

“Melhorar o acesso à eletricidade de baixo carbono a preços acessíveis é o núcleo da nossa missão. Estamos entusiasmados por sermos pioneiros em tecnologia que poderia impactar o movimento em direção a um sistema de energia mais inteligente e flexível no Reino Unido, que coloque os consumidores no centro da rede ”, disse Peter Davies, CEO e fundador da Verv.

Um dos efeitos potenciais é que ele pode criar novos mercados. Neste caso particular, o envio de eletricidade com base solar ocorreu fora do mercado atacadista.

Siga-nos nas redes sociais
Canal no TelegramSiga-nos no FacebookAcompanhe nosso TwitterSiga-nos no Instaram
Artigo anterior

Ex-CEO do PayPal diz que bitcoin é uma farsa

Próximo artigo

Investidores de criptomoedas sofrem com altas taxas no Canadá

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *