Dicas de segurança para acesso as Exchanges

Algumas pessoas desistem de investir no mercado de bitcoins por acreditar que as transações realizadas em exchanges não são seguras. O que ocorre é que não é incomum escutarmos casos de empresas que sofreram algum tipo de ataque e seus investidores acabaram perdendo suas moedas por falhas de segurança, falta de backups e até falta de atenção.

Como sabemos, o mercado de criptomoedas, é um mercado inovador, rentável e anônimo. Porém, vemos que a exchange pode ter um defeito: a baixa segurança . Além disso, por movimentar milhares de dólares o mercado de criptomoedas é uma mina de ouro para hackers.

O blockchain é um banco de dados inviolável que cumpre todas as medidas de segurança para seus usuários durante suas transações. Porém, não adianta possuir um sistema criptográfico perfeito se o usuário não toma as medidas de segurança necessárias para realizar as movimentações da sua carteira.

Sendo assim, confira a seguir como acessar a sua exchange com segurança e eficiência. Vamos começar?

O funcionamento da transação digital

O mecanismo por trás do bitcoin é a blockchain, a plataforma foi desenvolvida para permitir o funcionamento de transferência descentralizada. Dessa forma, o endereço do blockchain possui uma chave pública e outra privada, que não deve ser compartilhada.

A chave pública funciona como sua conta bancária, com esse acesso você envia e recebe criptomoedas na plataforma. Por outro lado, a chave privada age como uma senha de banco, é ela que garante que só você consiga realizar transações a partir deste endereço.

Os estágios de funcionamento de uma transação de criptomoeda são:

  • Requisição: solicitação de inclusão da transação na rede;
  • Verificação: a plataforma confere se a transação é verdadeira;
  • Adição ao bloco: a operação entra no bloco e os mineradores.
  • Ingresso no blockchain: o minerador obtém sucesso e transmite o novo bloco a blockchain.

Agora que você descobriu o mecanismo para realizar uma transação com criptomoedas veja a seguir como protegê-las. Confira!

6 dicas para proteger seu acesso à exchange

O mercado de bitcoin tem oportunidades e novidades diariamente, no entanto, a segurança deve ser redobrada. Independentemente da exchange escolhida, há boas práticas para proteger suas moedas.

No Brasil o mercado de bitcoins chama atenção devido ao seu alto valor e ao fato das transações serem descentralizadas, assim elas não são vinculadas a bancos ou agências do governo.

Apesar dos ataques o bitcoin ainda é visto como a moeda mais segura, por conta de toda tecnologia à sua volta, que eleva o grau de cuidado por parte dos usuários e dos investidores. Geralmente, os crimes envolvendo as moedas digitais estão ligados ao uso inapropriado das plataformas ou a falta de atenção de alguns usuários.

Confira abaixo algumas dicas  para proteger a sua conta em exchanges.

1.    E-mail, senha e backup

A informação fundamental de acesso a exchange é um endereço de e-mail. Entretanto, apesar do seu uso frequente é preciso ficar atento quanto ao seu uso.. Por exemplo, você deve criar um endereço exclusivo para a corretora e também uma senha forte.

As senhas fortes são difíceis e serem memorizadas, então, faça um backup da senha em um local fora do ambiente online, assim você garante que o acesso ao e-mail não será comprometido.

2.    Ative todos os fatores de segurança dentro da plataforma

Normalmente  dentro das exchanges você encontra diversas opções de segurança como:

  • Senha;
  • Frase de segurança;
  • Pin;
  • Verificação em dois fatores.

Estão entre os mais usados.

Dessa forma, separe alguns minutos para cadastrar todas essas informações e guarde seu backup em um lugar fora do ambiente digital. Quase todas as exchanges possuem esse tipo de segurança. A Binance é uma que possui tudo para deixar mais seguro.

3.    Disponha de uma hot wallet e uma cold wallet

As carteiras online são conhecidas como hot wallet, já as cold wallet são as carteiras offline. Cada uma delas possui suas características e funções. Enquanto a hot wallet é usada para a realização de operações do dia a dia, a cold wallet é indicada para o armazenamento das criptomoedas.

Uma boa alternativa para manter seus fundos seguros, é ter as duas opções já que a carteira offline traz mais segurança contra invasões.

4.    Mantenha-se atualizado sobre as políticas da exchange que você usa

Realizar suas transações em uma exchange é uma questão de credibilidade. Por isso, você não deve  negociar em uma plataforma que você não conheça sua história e suas políticas de trabalho. Como as operações funcionam no dia a dia são informações que todo usuário deveria saber da plataforma que utiliza.

5.    Não compartilhe informações sobre suas transações

É normal que usuários de exchanges acessem fóruns especializados em criptomoedas, lá eles compartilham questões, opiniões e experiências sobre o assunto. A prática é muito eficiente para a troca de informações.

Por outro lado, é necessário cuidado redobrado ao falar sobre informações muito pessoais, como qual a quantidade de moedas que você possui ou qual a sua wallet. Ao falar sobre criptomoedas você deve lembrar que está falando sobre o seu dinheiro. Por isso, todo cuidado é pouco.

A praticidade de realizar todas as transações em um lugar só é inegável, porém, se algo de errado acontecer com essa exchange seu fundo também será comprometido, de forma irreversível em algumas situações.

Sendo assim, o mais indicado é manter seus valores em empresas diferentes para reduzindo os riscos.

6.    A exchange não é uma wallet

Alguns usuários armazenam suas criptomoedas e deixam esses valores parados por longos períodos em exchanges.

Essa atitude eleva os riscos de problemas. Dessa forma, após a compra de criptomoedas ou ao término de um período de trade, o mais indicado é retirar essas moedas para uma carteira pessoal garantindo a posse de suas moedas e chaves consigo mesmo sem a influência de terceiros.

Além de todas estas dicas que você conferiu nesse post uma dica simples e eficiente é adicionar o site da exchange que você usa na pasta de favoritos do seu navegador. Essa dica previne que você caia em sites falsos e tenha sua senha e outros dados roubados.

Gostou dessas dicas para acessar sua exchange e movimentar suas criptomoedas em segurança? Então, deixe o seu comentário!

Guarde o link de sua exchange nos favoritos ❤

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário