BITCOIN: Novatos realizam lucros e investidores de longo prazo não

BITCOIN: Novatos realizam lucros e investidores de longo prazo não

Os compradores e investidores de Bitcoin de longo prazo parecem não estar vendendo, apesar dos máximos históricos de 2021, enquanto novatos no setor estão realizando lucros ao longo do caminho.

De acordo com o gráfico “Hodlwaves” da Unchained Capital – que ilustra visualmente o tempo desde que as carteiras BTC foram ativadas pela última vez na cadeia, 2021 viu um aumento nas atividades de longo e curto prazo.

O gráfico mostra que o número de moedas que se moveram nos últimos 30 a 90 dias está em seu nível mais alto desde 2018. Esses endereços representam mais de 15% e são atualmente o maior segmento de carteiras BTC.

As carteiras Bitcoin que permaneceram inativas por três a cinco anos são atualmente o segundo maior segmento, representando 13,5% de todos os endereços. Essas carteiras também aumentaram constantemente em número durante 2021, com espectadores especulando que os dados podem refletir um grande número de titulares de exchanges BTC que compraram durante a temporada de 2017 e mantiveram durante toda a tendência de baixa.

Embora a parcela de carteiras que não estiveram ativas entre cinco e 10 anos pareça ter diminuído no último ano, o número de endereços que estiveram inativos por pelo menos uma década aumentou de cerca de 1,7% há dois anos para 10,7% hoje.

O CTO e co-fundador da empresa Glassnode, Rafael Schultze-Kraft, compartilhou dados revelando que o número de carteiras que não estiveram ativas nos últimos três ou mais anos aumentou constantemente desde o final de dezembro.

No entanto, os dados mostram que a participação das carteiras Bitcoin inativas por pelo menos 12 meses caiu de um recorde de quase 65% em janeiro para 55% hoje, com quase metade das carteiras Bitcoin ativas no ano passado.

Veja mais em: Criptomoedas | Investimentos | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *