Maior exchange de criptomoedas da Coreia do Sul invadida pela polícia

Maior exchange de criptomoedas da Coreia do Sul invadida pela polícia

As autoridades sul-coreanas teriam apreendido a Bithumb, uma das maiores exchanges de criptomoedas do país em volume de negócios.

O Jornal de Seul informou na quarta-feira que oficiais da Unidade de Investigação de Crimes Inteligentes da Agência de Polícia Metropolitana de Seul invadiram a sede da Bithumb, localizada no distrito central de Gangnam, na capital.

A ação policial foi aparentemente ligada a uma venda simbólica de US$ 25 milhões hospedada na Bithumb e uma aquisição proposta por uma plataforma de Cingapura, BTHMB, que nunca se materializou.

De acordo com um relatório do TheNews , alguns investidores disseram que perderam milhões participando da venda.

O presidente da Bithumb, Lee Jung-hoon, foi acusado de fraude e envio ilícito de fundos para o exterior.

Este é o segundo ataque a uma exchange de criptomoedas coreana em uma semana. Na semana passada, a polícia apreendeu a Coinbit – a terceira maior exchange do país – sob alegações de que ela havia falsificado a maior parte de seus volumes de negociação.

A Bithumb é uma das maiores exchanges de criptomoedas da Coréia – o volume de negócios 24 horas ficou em mais de US$ 365 milhões, de acordo com a CoinGecko.

A plataforma parecia ainda estar ativa até o momento.

Traduzido e adaptado de: coindesk.com

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário