Início»Criptomoedas»Bitcoin»Candidato à presidência do Brasil confia no potencial do Bitcoin como meio de pagamento legal

Candidato à presidência do Brasil confia no potencial do Bitcoin como meio de pagamento legal

19
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Candidato à Presidência em outubro pelo Partido NOVO, João Amoêdo acredita que uma moeda digital como bitcoin poderia ser adotada na economia brasileira para estabelecer um mecanismo eficiente de pagamento digital, desde que haja regulamentação suficiente para supervisionar seu uso. Amoedo compartilhou seus pensamentos durante uma entrevista com o The Bitcoin Portal em 7 de agosto de 2018.

Potencial Nacional de Blockchain

Durante a entrevista, Amoêdo também pareceu confiante sobre o potencial da tecnologia blockchain e confia na capacidade da inovação de melhorar as funções de administração do governo e do país.

Amoêdo afirmou que uma das áreas em que a tecnologia de ledger distribuído (DLT) pode melhorar consideravelmente a infraestrutura existente é o gerenciamento da cadeia de suprimentos. Este setor é uma das principais áreas de foco para uma série de projetos de blockchain em todo o mundo, e tem havido numerosos casos em que a tecnologia foi implementada para tornar o fluxo de bens e serviços mais eficiente e transparente.

Quando se trata do Brasil, Amoêdo apontou os problemas existentes no país com contaminação generalizada de alimentos. A diretoria nacional de assistência à saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), até o momento não conseguiu identificar as origens da contaminação. Com alguma forma de blockchain no lugar, mais transparência pode ser trazida para as cadeias de abastecimento de alimentos e bebidas, ajudando assim o bem-estar público em geral.

Leia Também:  Investidores de criptomoedas sofrem com altas taxas no Canadá

Amoêdo também vê grandes oportunidades para implementação de blockchain na área de imóveis, verificação de documentos e autenticação de assinaturas.

Necessidade de Regulamentos de Criptomoedas no País

Embora o mundo esteja dividido sobre sua postura quanto ao futuro dos ativos digitais, o candidato do Novo Partido não vê as criptomoedas como uma ameaça ao sistema bancário tradicional. Na verdade, ele acredita que quanto mais concorrência no mundo financeiro, melhor.

O Brasil testemunhou conflitos entre os bancos tradicionais e as exchanges de criptomoedas desde 2015. Alguns desses argumentos até resultaram no fechamento de várias contas bancárias mantidas pelas exchanges. Em relação a este desastre, Amoêdo acredita que a existência de regulamentos para criptomoedas são de extrema importância. Diretrizes rigorosas também atrairão mais investidores institucionais e criarão um ambiente seguro em torno dos ativos digitais que estão sendo negociados.

Finalmente, Amoêdo compartilhou seus pensamentos sobre a questão de saber se o bitcoin pode ser considerado uma moeda legal no país. Para isso, ele respondeu:

“Como meio de pagamento, não vejo dúvidas de que o bitcoin possa ser entendido como um método de pagamento legal.

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

Banco Mundial se interessa pela tecnologia Blockchain

Próximo artigo

5000 comerciantes no Chile agora aceitam criptomoedas como pagamento

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.