CBDC pode ameaçar o Bitcoin?

CBDC pode ameaçar o Bitcoin?

Changpeng Zhao, o presidente-executivo da Binance, acredita que uma moeda digital do banco central (CBDC) projetada bem o suficiente, pode se tornar uma ameaça para o Bitcoin.

Em uma entrevista em vídeo com o redator sênior da Fortune, Jeff Roberts, foi questionado sobre como a iniciativa do Yuan digital do Banco Popular da China afetaria a indústria de criptomoedas.

Zhao respondeu que qualquer blockchain ou moeda digital seria bom para a indústria como um todo, pois legitima ativos digitais e amplia o conhecimento. Ele acrescentou que, embora haja atualmente uma corrida entre os principais países para lançar um, a maioria dos CBDCs provavelmente será mais restritiva no início, mas irá evoluir com o tempo.

Quando questionado diretamente sobre a ameaça ao Bitcoin, CZ respondeu que muito poucos CBDC teriam a mesma liberdade que o Bitcoin e que seriam altamente centralizados e controlados. No entanto, a longo prazo, ele argumentou:

“Se houver um governo promovendo outra criptomoeda que seja ainda mais aberta, mais gratuita, tenha menos restrições do que o Bitcoin e seja mais rápido e mais barato de usar, isso ameaçaria o Bitcoin. Mas isso é bom para a indústria, é apenas algo melhor do que Bitcoin, e iria substituí-lo.”

Ele acrescentou que não seria algo ruim, pois seria semelhante à linguagem da web HTML5 substituindo o HTML4.

Quando questionado se a Binance tinha alguma intenção de lançar um stablecoin baseado em Yuans para complementar os stablecoins existentes na exchange, CZ afirmou que não seria lançado tão cedo. Ele acrescentou que havia muitas restrições quanto à fuga de capitais da China.

O interesse em CBDCs cresceu em 2020, com diversas visões. O político alemão e membro do conselho executivo do banco central da Alemanha, Burkhard Balz, afirmou recentemente que um euro digital seria uma ameaça ao sistema financeiro se usado como reserva de valor.

Os Estados Unidos não parecem ter pressa em lançar um dólar digital, mas o cofundador da Morgan Creek Digital, Anthony Pompliano, argumenta que os EUA ficarão atrás da China se não agir logo.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário