A Coinbase,  startup de criptomoeadas, fornecerá, nas próximas semanas, dados sobre alguns de seus clientes para as autoridades fiscais dos Estados Unidos, informou a empresa na sexta-feira.

Em um e-mail enviado para cerca de 13.000 clientes, a Coinbase confirmou, em 23 de fevereiro, que compartilhará apenas certas categorias restritas de informações  com a Receita Federal (IRS). Embora não tenha divulgado os detalhes exatos das informações a serem enviadas , a Coinbase disse no aviso que planeja fornecer os dados ao IRS nos próximos 21 dias.

 

A startup aconselha:

“Se você tem preocupações sobre isso, nós o encorajamos a buscar, prontamente, conselhos  jurídicos de um advogado.”

A mudança vem como resultado de uma longa batalha legal, desde 2016, entre o IRS e a Coinbase, quando a agência fiscal inicialmente buscou dados em 500 mil usuários da empresa em questão.

Conforme relatado, um pedido do Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Norte da Califórnia, em novembro, estipulou que a Coinbase entregasse informações de mais de 13.000 usuários que haviam adquirido um volume de negócios maior que  US$ 20.000, entre os anos de 2013 e 2015. Na mensagem de e-mail, a Coinbase reivindica o número reduzido de usuários afetados como uma vitória parcial, mas ainda assim significativa.

De acordo com as publicações nas mídias sociais, algumas figuras notáveis ​​no setor de criptomoedas, como o advogado Andreas Antonopoulos, estão incluídas na ordem dos dados.

Deixe um comentário