DeFi está expondo inadequações de cold wallets

DeFi está expondo inadequações de cold wallets

Presidente da Anchorage, Diego Monica, explica como o aumento das finanças descentralizadas (DeFi) atinge o setor de custódia de criptomoedas. Ele declarou que a complexidade progressiva do DeFi “está começando a expor as inadequações da custódia de cold wallets e operações manuais”.

Monica ainda deixou claro quais são outros possíveis riscos corridos pelas ações on-chain solicitadas por diversos protocolos DeFi, afirmando:

“Vemos em nosso apoio à governança MKR, à votação executiva e à pesquisa de opinião que os clientes desejam e geralmente precisam participar da cadeia on-line. Como protocolos novos e emergentes exigem cada vez mais esse tipo de uso ativo de chaves privadas, alguns fabricantes precisam confiar mais em contratos inteligentes não testados, o que pode colocar em risco os ativos do cliente”.

O presidente ainda disse ter observado a procura institucional pela exposição do DeFi, declarando que seus  clientes institucionais querem investir em uma variedade de ativos digitais, incluindo novos projetos de DeFi e stablecoins. Assim, a missão de Anchorage é aumentar a participação institucional no espaço de criptografia, e o DeFi é onde muitas das inovações mais emocionantes estão acontecendo agora.

DeFi está expondo inadequações de cold wallets

Pandemia trouxe necessidade de reforço do sistema

De acordo com Monica, os processos oferecidos pela empresa estão sendo bastante úteis durante a pandemia do COVID-19.

Declarou:

“Anchorage não depende de operações humanas manuais ou requer acesso a cofres físicos ou cofres. Pelo contrário de guardiões que usam cold storage. Esse ponto de diferenciação é especialmente crítico durante a atual pandemia. Pois nossa solução funciona como deveria, mesmo que nossa força de trabalho esteja completamente distribuída, enquanto outras soluções dependem de as pessoas chegarem fisicamente a qualquer local seguro que esteja armazenando materiais de chave privada”.

Tokens futuros são suportados pela empresa

Foi divulgado pela Anchorage a possibilidade da empresa de suportar o token de governança (COMP) da Compound. O que corresponderia ao quinto ativo de criptografia lançado pela empresa, dente eles, estão TrustToken e Celo.

Monica afirma:

“A Anchorage está sempre procurando oferecer suporte a novas criptomoedas em demanda por nossos clientes”.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *