Leilão NFT atinge $1 milhão em vendas

Leilão NFT atinge $1 milhão em vendas

Os leilões foram organizados pela Illumino, uma empresa focada em NFT que busca reunir “formadores de opinião e artistas” para lançar arte inovadora na rede. A Illumino foi montada pela agência de gerenciamento Keel, com sede em Los Angeles, pela cripto VC, empresa Framework Ventures, e pela Bruch Projects – o braço NFT da Manna Ventures.

Os NFTs foram ao ar no Dia dos Namorados, começando com renderizações em 3D únicas que foram vendidas para o maior lance.

As interpretações únicas incluíram “Crowded City” e “A Peak In My Head” – obras compostas em colaboração por FEWOCiOUS e Two Feet que foram vendidas por $150.000 e $158.888 respectivamente.

Dois outros trabalhos colaborativos foram disponibilizados para leilão aberto a um preço fixo de $999 cada, permitindo compras ilimitadas de NFTs a serem feitas durante o leilão. No total, 383 edições do “CryptoCaster” e 324 edições do City Hand foram cunhadas, gerando aproximadamente $382.600 e $323.700 respectivamente.

No geral, os quatro trabalhos colaborativos geraram mais de US$1 milhão em vendas primárias, tornando a queda do Nifty a mais valiosa para 2021 até agora. A conta do Twitter “The Blockchain Review” observou que apenas três artistas publicaram coleções de NFTs que geraram vendas primárias de sete dígitos.

O músico que vendeu platina Two Feet e o aclamado artista visual de 18 anos FEWOCiOUS se uniram para lançar tokens não fungíveis, ou NFTs, no mercado NFT de propriedade da Winklevoss, Nifty Gateway.

De acordo com o comunicado, os leilões Two Feet e FEWOCiOUS ‘NFT tinham como objetivo mostrar “como personalidades criativas podem usar ferramentas de ponta para interagir com os fãs – e por sua vez ganhar dinheiro – em um momento em que a pandemia de Covid-19 fechou shows e galerias.”

Embora o comunicado tenha enfatizado o impacto da pandemia de coronavírus no setor de artes ao vivo – com bloqueios destruindo os fluxos de receita de muitos músicos e artistas por meio de shows e galerias – o co-fundador da Illumino, Michael Ehrlich, disse que a empresa não foi fundada em resposta a pandemia. Ele disse:

“Embora a empresa não tenha sido fundada como um evento reacionário à pandemia, somos apaixonados por ajudar os artistas a abrir formas inovadoras de compartilhar e monetizar suas criações com o mundo.”

Ehrlich afirmou que a Illumino planeja lançar “mais projetos no futuro que preencham a lacuna entre diferentes comunidades de artistas”, observando que músicos e artistas visuais serão o ponto de partida, com mais meios colaborativos surgindo:

“Os próximos lançamentos darão continuidade aos conceitos inovadores apresentados durante o primeiro lançamento. Planejamos trazer novas reviravoltas ao cenário NFT como fizemos sorteando aleatoriamente uma guitarra Fender física única para os compradores do ‘CryptoCaster’ Open Edition NFT.”

Os NFTs parecem ter sido extremamente populares no último Dia dos Namorados, com o artista David Rudnick também vendendo uma flor digital por 10,8 Ether no valor de aproximadamente $18.600.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *