Líder de equipe da Amazon Web Services, deixa a empresa para assumir liderança na Coinbase

Graças ao seu início antecipado, a Amazon Web Services está muito à frente de seus concorrentes na nuvem quando se trata de computação sem servidor. O executivo que supervisionou o projeto desde a concepção, Tim Wagner, anunciou na segunda-feira que ele está deixando a empresa para assumir um novo papel de liderança em engenharia na Coinbase.

Em um tweet, Wagner comparou o trabalho da Coinbase em aplicações de blockchain distribuídas ao sistema de computação distribuído construído pela AWS:

“ Animado para se juntar à equipe da Coinbase em sua missão de criar o sistema financeiro mais seguro, aberto e acessível do mundo! Como a AWS fez para sistemas distribuídos, a Coinbase está ajudando desenvolvedores e usuários a aproveitarem tecnologias revolucionárias, como blockchain e criptomoedas.”

A Coinbase é uma exchange que permite que os detentores de Bitcoins e outras moedas digitais comprem e vendam seus ativos, e também trabalha com as empresas para administrar suas moedas digitais e desenvolver maneiras de aceitar moeda digital para produtos e serviços. Em um post no blog, o co-fundador e CEO da Coinbase, Brian Armstrong, disse que Wagner estará liderando a equipe de engenharia da empresa, com planos de crescimento.“Tim é apaixonado pela missão da Coinbase, ele está alinhado com nossos valores e ele tem uma profunda experiência na liderança de grandes organizações técnicas”, escreveu Armstrong no post. “Essas qualidades, juntamente com sua experiência em engenharia, fazem dele o complemento ideal para a nossa equipe.”

Wagner supervisionou o AWS Lambda desde pouco antes de ser lançado em 2014, quando foi revelado pela primeira vez como uma versão de pré-lançamento. Desde então, o Lambda se tornou a tecnologia de computação sem servidor predominante, atraindo cada vez mais atenção à medida que os desenvolvedores procuram serviços em nuvem que removem a complexidade do gerenciamento de hardware e permitem que paguem somente pelo que usam.

Deixe um comentário