A Nvidia deve aumentar sua produção de unidades de processamento gráfico (GPUs) para lidar com a escassez causada por mineradores de criptomoedas, disse o executivo-chefe da empresa na segunda-feira.

As GPUs da empresa, sediadas na Califórnia, são muito procuradas por gamers e cripto mineradores devido ao seu poder de processamento paralelo, e o aumento na mineração de moedas digitais tornou difícil para os jogadores colocarem as mãos nos produtos, disse Jen-Hsun Huang, que é também co-fundador da empresa.

Ele observou que:

“É um grande desafio manter (as placas gráficas) no mercado de jogos … precisamos construir muito mais … Precisamos se aproximar da demanda do mercado. E, no momento, não estamos nem perto disso, e então teremos que continuar correndo.”

A demanda vem – pelo menos parcialmente – da natureza descentralizada das criptomoedas, explicou Huang.

Ele disse que “no mais alto nível, a maneira de pensar sobre isso é por causa da filosofia das criptomoedas – que é realmente aproveitar a computação distribuída de alto desempenho – há supercomputadores nas mãos de quase todo mundo. [Não existe] nenhuma força singular ou entidade que possa controlar as criptomoedas”

Apesar da escassez de GPUs, os mineradores ainda compreendem apenas uma pequena parte do negócio total da Nvidia, disse Huang na entrevista.

No mês passado, Huang observou que “as criptomoedas … não vão desaparecer”. A Nvidia anunciou que suas receitas de mineradoras de criptomoedas haviam superado as expectativas, embora a principal executiva financeira, Colette Kress, tenha minimizado o impacto das mineradoras durante uma campanha de lucros.

Deixe um comentário