Por que a Petro está se expandindo?

petro está se expandindo

Nicolás Maduro, atual presidente da Venezuela, lançou uma criptomoeda nacional, a Petro, que está se expandindo bastante por lá. De acordo com William J. Luther, especialista no criptomoercado, a Petro está se expandindo por alguns fatores que não são intuitivos.

Entre esses fatores, podemos citar o aumento de controle da administração interna e até a tentativa de evitar sanções internacionais. No entanto, esses motivos são adicionais ao fato de estar ocorrendo escassez de dinheiro no país.

Segundo Luther, esses seriam os três motivos para o governo forçar a adoção da criptomoeda venezuelana em todo o território nacional. Luther aponta que, de fato, a Petro oferece muitas vantagens ao país.

A questão de uma moeda descentralizada no país seria uma ação estratégica. Como os EUA proibiram qualquer tipo de comércio com a Venezuela, uma moeda descentralizada poderia ser a porta de entrada para negociações em anonimato. Isso pode ajudar e muito a situação atual do país.

Petro está se expandindo para controlar completamente a população

Um ponto negativo da adoção da Petro pelos venezuelanos é o aumento da autoridade do governo na vida financeira da população. Dessa forma, ao utilizarem a cripto, todas as transações estariam registradas, o que ajudaria o governo a controlar – ainda mais – a vida da população.

Porém, a cripto pode ajudar na reestruturação econômica da Venezuela, onde o país pararia de imprimir dinheiro. Isso significa amenizar a hiperinflação que vem ocorrendo por lá, além de ajudar no controle financeiro do governo, permitindo manobras visando uma economia mais saudável.

Mesmo com essas vantagens, alguns analistas apontam que a moeda virtual pode ser uma fonte de dados perigosa, pois somente o governo pode verificar as transações registradas nela, ou seja, só há verificação unilateral dos registros por parte do governo.

Para ajudar a estruturar a moeda digital venezuelana, o governo autorizou um sistema contábil para a cripto. Além disso, o governo está procurando controlar todas as criptos que estão em seu território, fazendo com que sua população apresente essas informações em relatórios. Essa ação visa o controle total do criptomercado em todo o solo venezuelano.

Será que vai dar certo?

A Petro está se expandindo e isso pode ser algo bom, porém o problema da Venezuela não é dinheiro, mas sim o modelo econômico adotado no país. Mesmo se o mundo todo enviasse dinheiro para lá, a miséria ainda continuaria a assolar a população.

A falta de autonomia dos indivíduos que compõem o país é, de longe, o principal fator de pobreza. Com várias barreiras para o bom desenvolvimento humano encontradas por lá, o cenário atual não poderia ser diferente.

Um país rico só é possível por causa de uma população rica, e uma população rica só é possível por causa de pessoas que desenvolvem técnicas e métodos de negócio que realmente transformam a sociedade em que vivem.

O conhecimento é disperso na sociedade, e por isso a autonomia dos cidadãos é tão importante: eles conseguem compreender os problemas da população melhor do que o governo, o que permite oferecer serviços e produtos de forma mais eficiente.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *