Poucas pessoas usam DeFi, apesar de conhecer

Poucas pessoas usam DeFi, apesar de conhecer

Uma pesquisa foi realizada pela CoinGecko, agregador de preços de criptomoedas. A pesquisa, contou com cerca de 700 de seus usuários, e teve como objetivo aprender mais sobre as tendências em finanças descentralizadas (DeFi).

Em 20 de maio, em um relatório publicado, foi descoberto que muitos usuários de criptomoedas já haviam ouvido falar sobre DeFi e alguns dos projetos mais conhecidos da área. Mas, poucos deles de fato o utilizavam.

Dentre 694 participantes, apenas cerca de 76 deles disseram não ter ouvido nada sobre DeFi

De acordo com a CoinGecko, o MetaMask é o aplicativo DeFi mais conhecido e usado atualmente. Dentre os entrevistados, aproximadamente 72% deles já haviam ouvido falar e 73% deles usaram. A preferência pelo aplicativo MetaMask, pode ser remetido tanto a sua funcionalidade independente e alta que é suportada por todos os projetos de DeFi, como também, por sua vida útil mais longa.

No entanto, as maiores estatísticas de conscientização e uso foram encontradas na categoria de exchanges descentralizadas. Apenas plataformas automatizadas baseadas em pools de liquidez – especificamente Kyber, Uniswap e Bancor – foram analisadas pela pesquisa.

A Kyber, obteve os maiores níveis de conscientização, com 57%. A Uniswap e Bancor, ficaram em segundo lugar, com respectivamente, 44% e 43%.

Como funil de marketing mais eficiente, a Uniswap foi indicada. Visto que, aproximadamente 48% dos que conhecem, a usaram há pouco tempo. Em segundo lugar, temos a Kyber, com 42%. E Bancor, fica em terceiro lugar, com uma porcentagem muito menor, de 23%.

Mas, um caso interessante pode ser visto na plataforma bZx. Pois, 12% dos entrevistados ouviram falar, mas uma porcentagem muito pequena deles tentou usá-lo. Tal porcentagem pode ser atribuída a notícias de ataques consecutivos em fevereiro.

De acordo com a CoinGecko, a teoria é de que o pouco uso se deva ao fato de não oferecem um uso atraente, ou então, por seus produtos serem de difícil entendimento.

Vale a pena destacar, que enquanto campanhas de marketing costumam ficar com a taxa de conversão em cerca de 10%, as porcentagens de uso mencionadas resultariam em excelentes taxas de conversão! Assim, pode deduzir, que os usuários ativos do DeFi têm maior probabilidade de responder à pesquisa. Apesar das diferenças entre as categorias ainda serem notáveis.

Poucas pessoas usam DeFi, apesar de conhecer

Desconfiança dos bancos é comum

De acordo com os dados da CoinGecko, uma distinção líquida na atitude em relação aos bancos entre usuários familiarizados com o DeFi e aqueles que acabaram de ouvir falar dele, é facilmente notável.

Isso porque, segundo os que disseram estarem familiarizados com o sistema, 54% parariam de depender completamente de um banco. Enquanto, a porcentagem é de apenas 28% naqueles que têm apenas o conhecimento casual.

Além disso, o principal motivo suposto para que haja abandono dos bancos, é a desconfiança no sistema bancário, de 31%, enquanto 21% o fariam porque consideram o DeFi uma alternativa melhor.

Veja mais em: Informação | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário