Quatro grandes empresas se tornarão ‘parte crucial’ do ecossistema DeFi até 2030

Quatro grandes empresas se tornarão 'parte crucial' do ecossistema DeFi até 2030

De acordo com o Think Tank sem fins lucrativos dGen, na próxima década, quatro grandes empresas de contabilidade como KPMG e Deloitte se tornarão uma parte importante das finanças descentralizadas – ou DeFi.

A dGen intitulou seu relatório de: “Finanças descentralizadas: riscos e casos de adoção em massa”. A dGen se concentra atualmente no que chama de “o tópico mais quente da indústria de blockchain atualmente”.

Ainda que a DeFi ainda esteja em sua infância, ela “poderia ultrapassar a atual indústria FinTech”. Assim, fornecendo uma nova estrutura de serviços financeiros nos próximos anos, segundo a dGen.

Pesquisadores fazem uma série de previsões ousadas sobre o DeFi

Para os pesquisadores, até 2030 ela se tornará uma indústria de trilhões de dólares. E, “fornecerá renda para milhares de jogadores, streamers e influenciadores”. Também será adotada pelas instituições financeiras europeias que passarão a oferecer “contas de poupança e pensão habilitadas para DeFi .”

O think tank argumenta ainda que as quatro grandes empresas, como KPMG, EY, Deloitte e PwC “serão uma parte crucial do ecossistema DeFi nos próximos anos”.

Jake Stott, o co-fundador da dGen, disse em entrevista:

“A medida que as instituições financeiras mais tradicionais são expostas aos benefícios do DeFi e sua complexidade, haverá uma necessidade maior de empresas de serviços profissionais atenderem e auditarem essas atividades. As quatro grandes empresas podem se especializar em auditorias e conformidade da DeFi para capturar maior participação de mercado. Podemos começar a ver muito interesse de pessoas normais que estão cansadas de ganhar zero por cento de juros em suas poupanças bancárias.”

Quando questionado sobre as principais fraquezas do setor, Stott disse:

“As maiores fraquezas do DeFi no momento são o risco de perder todos os seus fundos e complexidade envolvidos na interação com grande parte do ecossistema do DeFi. Ambos estão sendo abordados ativamente e podem não ser tão significativos daqui a 12 meses.”

O setor em expansão

De acordo com o relatório divulgado no início desta semana, do segundo trimestre da ConsenSys sobre DeFi, o crescimento do setor foi impulsionado pela crescente popularidade dos protocolos de cultivo de rendimento e de tokenização de Bitcoin (BTC).

Além disso, o relatório também destacou os principais incidentes de segurança direcionados a algumas plataformas DeFi. Tais como: Uniswap, Lendf.me e Bancor, que viram US$ 26 milhões sendo roubados coletivamente até agora.

Veja mais: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário