Refinanciamento de empréstimo residencial apoiado por Bitcoin

Refinanciamento de empréstimo residencial apoiado por Bitcoin

Uma das maiores empresas de escrow independentes do sul da Califórnia, a Glen Oaks Escrow, anunciou seu primeiro refinanciamento de propriedade com um empréstimo lastreado em Bitcoin.

A empresa afirmou que esta é a primeira vez que um refinanciamento foi concluído usando Bitcoin como garantia. No comunicado, acrescentou que já havia facilitado uma série de transações imobiliárias que usavam o BTC como forma de pagamento.

Glen Oaks Escrow, que começou a aceitar pagamentos de Bitcoin em 2018, vê a transação como uma prova de que a proposta de valor do Bitcoin está se tornando mais clara para devedores e credores. O diretor de operações da empresa, Joe Curtis, comentou:

“Ver um credor usar criptomoeda para um refinanciamento nos mostra que esse método de pagamento está crescendo continuamente na forma como é usado e por quem é usado. Ver o credor em vez do comprador da casa usando o BTC em uma transação imobiliária nos diz que essa tecnologia tem potencial para continuar a se tornar mais proeminente, mesmo que ainda seja considerada nova para nosso setor.”

Em outro empreendimento imobiliário relacionado à criptomoedas, um aficionado do Dogecoin do estado de Utah, nos Estados Unidos, ofereceu um desconto de 10% em sua propriedade se o comprador pagar em DOGE.

Em julho, uma estação de TV local relatou que o proprietário listou a casa de $389.000 à venda e aceitará sete criptomoedas, mas prefere o Dogecoin devido à sua crença de que o desconto de 10% seria rapidamente compensado pela valorização do preço do Dogecoin. Após a aplicação do desconto, a quantidade de DOGE necessária para efetuar a compra ficaria em torno de 1,7 milhão de tokens a preços atuais.

Em 2017, houve a primeira transação imobiliária BTC que ocorreu no Texas.

Essas duas novas histórias são os últimos desenvolvimentos positivos no setor imobiliário. Em julho, um número crescente de imobiliárias passou a aceitar pagamentos em criptomoedas.

O CEO e fundador do The Crypto Realty Group, Piper Moretti, disse que muitos compradores que compram imóveis com ativos digitais estão fazendo empréstimos, então eles ainda podem se beneficiar de segurar moedas enquanto colocam o valor para trabalhar.

Em maio, foi noticiado que os compradores poderiam até usar o Dogecoin para comprar um imóvel em Portugal. A FNTX Capital Suisse fez parceria com a incorporadora imobiliária portuguesa 355 Developments para oferecer condomínios em Lisboa.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.