Samsung: rastreio de remédios de forma transparente

Pilotos de blockchain da Samsung rastreiam remédios de forma transparente

Em novembro, a Samsung SDS conduzirá uma série de projetos-piloto para testar o gerenciamento da distribuição de medicamentos com base em blockchain. O objetivo desses testes é garantir transparência no processo de rastreamento de medicamentos.

De acordo com Yankup, a filial de TI do Grupo Samsung anunciou os programas-piloto, denominados “Tecnologia de inovação disruptiva para rastrear o histórico de distribuição de medicamentos”, na sessão de Logística da Cadeia de Frio da BioPharma em Seul, Coréia do Sul.

Funcionários da Samsung SDS também disseram que receberam “vários” pedidos de participação para os pilotos de empresas farmacêuticas não identificadas, distribuidores e até instituições médicas na Coréia do Sul.

Lee Eun-young, pesquisador sênior da Samsung SDS, afirmou que os pilotos durarão entre três e seis meses:

“Por meio do serviço de gerenciamento de histórico de distribuição de medicamentos, é possível cumprir os regulamentos e inovar os negócios ao implementar gerenciamento de histórico específico de produto, rastreamento de histórico de distribuição em tempo real e funções de relatório automático.”

O departamento de TI da Samsung disse que os pilotos consistiriam em um serviço de rastreamento de histórico de temperatura vinculado à IoT, que será implementado junto com o gerenciamento automático de histórico para mercadorias que entram e saem. Isso foi escolhido “para minimizar entradas manuscritas”, verificar devoluções e cobranças com o suporte de um banco de dados seguro.

Se bem-sucedidos, esses pilotos serão comercializados após passarem pela conformidade regulatória nacional e estrangeira em junho do próximo ano. Lee disse à mídia local:

“Espera-se que o valor do blockchain no setor de saúde cresça de US$ 176,80 milhões em 2018 para US$ 5,61 bilhões em 2025 e, em 2025, 55% das soluções de saúde devem adotar o blockchain para fins comerciais.”

Daegu, a quarta maior cidade da Coreia do Sul, anunciou recentemente seus planos de alocar mais de US$ 6 milhões para o ensino de blockchain e inteligência artificial.

Veja mais em: Blockchain | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário