3ª vez no mês: Polícia Coreana faz operação na Bithumb

Pela terceira vez este mês Polícia Coreana faz operação na Bithumb

De acordo com um relatório em uma mídia local, a maior exchange de criptomoedas da Coreia do Sul, Bithumb, foi invadida pela terceira vez neste mês, pela Polícia Metropolitana de Seul.

Durante a operação, a polícia confiscou várias ações da Bithumb Holdings pertencentes ao Diretor da Bithumb Coreia, Kim Byung-Geon. A ação de apreensão foi concedida pelo Tribunal Distrital Central de Seul.

Kim havia tentado sem sucesso adquirir Bithumb e foi processado no processo. Ele já havia entrado com um pedido de apreensão de um número significativo de ações pertencentes ao presidente Lee Jung-Hoon, o acionista majoritário.

A última operação policial na exchange é a terceira apenas neste mês, após uma operação inicial em 2 de setembro e uma operação adicional em 7 de setembro por uma suposta grande fraude financeira em torno do token BXA nativo da Bithumb.

Por meio da promoção do token, que nunca foi lançado ou listado, Lee supostamente se envolveu em uma fraude que causou US$ 25 milhões em danos aos investidores.

De acordo com fontes do setor, Samjong KPMG, que é o supervisor da venda da Bithumb, no início deste mês concluiu uma carta de intenções (LOI) declarando que planejava vender sua própria participação na Bithumb Holdings.

Acredita-se que isso tenha sido evitado pelas operações no início deste mês e pela disputa legal em curso entre Kim e Lee.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário