A revolução que a blockchain tem trazido à China continua, mesmo depois de Pequim proibir ofertas de moedas iniciais(ICOs), exchanges de criptomoedas e mineração de Bitcoin em seu país. Agora é a vez das duas maiores empresas de comércio eletrônico Chinês, Alibaba Group e JD.com Inc. entrarem na onda do livro contábil mais popular do mundo.

De acordo com uma declaração oficial, a principal representante de logística do grupo Alibaba, a Cainiao Global, e a unidade de negócios para o consumidor, Tmall, começaram a usar a tecnologia blockchain para rastrear, carregar e verificar informações sobre todos os produtos importados pela Tmall. Além disso, também serão rastreadas e mapeadas informações como fabricação, transporte, passagens e as inspeções terceirizadas que os produtos sofreram, para que os compradores possam ter dados totalmente transparentes sobre as mercadorias que estão comprando.

“A característica mais importante da blockchain consiste em que os dados carregados nela não podem ser adulterados. Através das informações logísticas carregadas por empresas, alfândegas e outras partes, os consumidores poderão verificar as várias informações dos produtos que adquiriram”, disse um funcionário da Cainiao Global.

O esquema abrange os portos de importação da China, como Xangai, Shenzhen, Guangzhou, Hangzhou, Tianjin e muito mais. Atualmente, mais de 30 mil produtos importados em mais de 50 países estão apoiando registros logísticos baseados na tecnologia blockchain, informou a empresa.

Ao mesmo tempo, a JD.com também informou que está lançando um novo acelerador para apoiar a inteligência artificial e startups baseadas na blockchain.

O acelerador situado em Pequim, chamado AI Catapult, permitirá que as empresas em fase inicial trabalhem com a equipe operacional da JD.com para encontrar novas maneiras de usar as tecnologias de inteligencia artificial e blockchain nos negócios da JD Inc. Ambos sistemas terão uma lista inaugural de empresas como a fintech chinesa, Bankorous, o serviço de banco de dados baseado em blockchain, Bluezelle, a plataforma Nuggets, e o sistema de verificação de produtos, Devery.

São notórias as oportunidades que o bitcoin tem criado junto com sua rede decentralizada, a blockchain. Mais e mais grande empresa estão entrando nesse novo universo com o objetivo de diminuir custos e aumentar a praticidade. Você acha que essa notícia irá influenciar na aceitação do bitcoin entre os clientes da Alibaba? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

_______________________________________________________________________________________________________________________
Siga-nos em nossas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/99cripto
Telegram: http://telegram.me/cripto99br
Twitter: https://twitter.com/99Cripto

Deixe um comentário