Andreessen Horowitz levanta US$515 milhões

Andreessen Horowitz levanta US$515 milhões

A empresa Andreessen Horowitz, conhecida por estar no topo das empresas de capital de risco, vem mostrado cada vez mais interesse em aumentar seu setor de criptomoedas. A empresa sediada nos Estados Unidos investiu US$ 515 milhões no fundo focado na tecnologia. Tais dados foram revelados na revista Fortune, em um artigo publicado dia 14 de abril.

A empresa, também conhecida como a16z, já tentou, anteriormente, acumular US$ 450 milhões para o novo projeto, superando meta inicial que era de US$ 65 milhões.

Startups de blockchain serão apoiadas pelo fundo

Assim como em 2018, que a empresa levantou US$ 300 milhões para iniciativas de blockchain, o atual terá o mesmo rumo, apesar de o artigo da Fortune não ter revelado quais exatamente serão as startups que trabalham com ativos digitais.

O diretor geral do juggernaut de capital de risco, Chris Dixon, revelou sobre o blockchain:

“É muito raro surgirem novos paradigmas de computação importantes, e achamos que isso está na escala de nuvem e móvel para a Internet”.

Ele ainda disse ter esperança de observar mais redes de blockchain esse ano. Incluindo o Dfinity, projeto de computação em nuvem com base em blockchain que foi apoiada pela a16z no seu primeiro fundo de criptomoedas.

Antigos projetos da Andreessen Horowitz

A empresa realiza grandemente investimentos em uma grande diversidade de projetos de criptomoedas, dentre eles, podemos citar: Libra, Marker DAO (MKR), e etc.. E, além disso, a Andreessen Horowitz já mostrou outras iniciativas de criptomoedas. No final de 2019, o a16z revelou uma escola inicial de criptografia gratuita de quase dois meses, com previsão de início para fevereiro de 2020. Entretanto, ainda não se tiveram mais notícias sobre isso.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário