Bangladesh obterá seu primeiro serviço de remessa blockchain

Bangladesh obterá seu primeiro serviço de remessa blockchain

Em breve, Bangladesh terá seu primeiro sistema de remessas blockchain que permitirá aos expatriados de Bangladesh na Malásia transferirem instantaneamente remessas de salários para seu país de origem.

De acordo com um relatório do The Business Standard, a empresa de serviços bancários nacional britânica Standard Chartered Bank (SCB) anunciou o serviço de remessas transfronteiriças baseado em blockchain.

O SCB desenvolveu o serviço de remessas em colaboração com a plataforma de banco móvel baseada em Bangladesh, bKash, e o provedor de remessas da Malásia, Valyou. Ele utiliza a tecnologia blockchain do Ant Group, o braço financeiro do conglomerado empresarial chinês Alibaba Group.

O Ant Group, anteriormente conhecido como Ant Financial, nomeou o SCB como seu principal banco parceiro em 2018, para trabalhar em novos sistemas de remessa de blockchain.

Embora o serviço de remessa para Bangladesh ainda esteja na fase final de seus testes comerciais, o banco planeja lançá-lo em breve para clientes Valyou e bKash. Após o lançamento, os assalariados de Bangladesh na Malásia poderão transferir fundos via Valyou para portadores de carteira bKash em Bangladesh.

O Standard Chartered Bank atuará como banco de liquidação do fundo e detentor da aprovação regulatória para o serviço de remessas.

Naser Ezaz Bijoy, CEO do Standard Chartered Bank, disse que as remessas são um importante motor para a economia de Bangladesh e sustentam milhões de famílias. O lançamento de um sistema de remessa instantânea disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, e, tornaria o processo de transferência mais conveniente para os remetentes.

Além disso, em agosto, o SCB também liquidou a primeira transação de blockchain em Bangladesh, emitindo uma carta de crédito para uma negociação entre a fabricante de roupas e exportadora Viyellatex Ltd. e a Viyellatex Spinning.

Veja mais em: Blockchain | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário