Batalha de taxas de liquidação da Tezos na justiça

Batalha de taxas de liquidação da Tezos na justiça

De acordo com advogados que representam a Block & Leviton LLP (B&L) e Hagens Berman Sobol Shapiro LLP, as negociações entre seis escritórios de advocacia acima de US$ 8,3 milhões em honorários advocatícios concedidos pelo acordo de ação coletiva de US$ 25 milhões da Tezos caíram em “difamação indecorosa”.

O acordo de liquidação de $25 milhões em dinheiro com a Tezos (XTZ) foi aprovado em setembro, encerrando as reivindicações de ações coletivas de que a empresa distribuiu títulos não registrados por meio de sua oferta inicial de moedas (ICO) em 2017.

Em 7 de outubro, as duas firmas pediram ao juiz distrital dos Estados Unidos, Richard Seeborg, que negasse uma moção de honorários advocatícios apresentada em setembro por Hung G. Ta Esq. PLLC (HGT), LTL Attorneys LLP, Restis Law Firm PC e Lite DePalma Greenberg LLC.

A moção buscava uma ordem obrigando a Block & Leviton a devolver os fundos que havia “unilateralmente” distribuído para si mesma e outras empresas, caracterizando as ações da empresa como “má conduta descarada”.

De acordo com a HGT, a distribuição da B&L alocaria 25% do total das taxas para ela mesma e 50% para a Robbins Geller – uma empresa que estava envolvida no caso, mas não protocolada no assunto.

Mas os advogados que representam o grupo Block descreveram a moção do HGT como sendo “dedicada a difamação indevida, acusações imprecisas de engano e alegações infundadas de violações das regras de conduta profissional”, alegando que o grupo HGT Law tinha conhecimento da distribuição de taxas desde dezembro de 2019:

“[HGT] nunca propôs uma alocação de taxas diferente até depois que as taxas foram concedidas e aguardou até que a B&L tentasse distribuir o dinheiro […] Nenhuma dessas acusações imprudentes sobreviveu.”

A B&L afirma que está disposta a resolver o assunto por meio de discussões informais ou mecanismos formais de resolução de disputas caso a HGT retire sua moção sem prejuízo.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário