Bilionário promete primeiro banco pró Bitcoin

Bilionário promete primeiro banco pró Bitcoin

O terceiro homem mais rico do México, Ricardo Salinas Pliego, dobrou seu apoio ao Bitcoin, revelando planos para abrir o primeiro banco que aceita BTC no país.

Recentemente, o bilionário mexicano tuitou seu apoio à adoção generalizada do BTC, observando que seu banco está trabalhando para se tornar o primeiro no México a aceitar o principal ativo digital do mundo.

Os comentários seguem um endosso massivo para o Bitcoin por Salinas, que afirmou que era “absolutamente certo” pensar no Bitcoin como o novo ouro.

Salinas é o fundador e presidente do Grupo Salinas, um conglomerado corporativo mexicano que abrange a rede de televisão e rádio TV Azteca, o varejista de eletrônicos de consumo Grupo Elektra, o clube de futebol Mazatlan F.C. e um importante banco local, o Banco Azteca.

O Banco Azteca, que teve receita anual de US$2,54 bilhões em 2020, opera no México, Panamá, Guatemala, Honduras e Peru. A empresa, que começou a operar o banco em 2002, oferece crédito ao consumidor para bens, empréstimos pessoais e para pequenas empresas, cartões de crédito, hipotecas e sistemas de folha de pagamento.

De acordo com o Bloomberg Billionaires Index, a fortuna de Salinas aumentou US$2,8 bilhões este ano para US$15,8 bilhões.

O meio de comunicação acrescentou que Salinas disse que investiu 10% de seu portfólio líquido em Bitcoin no ano passado. Ele professou sua veneração pelo ativo em várias ocasiões, inclusive em uma entrevista no início de 2021.

Em setembro de 2020, a exchange Kraken, com sede em São Francisco, tornou-se o primeiro negócio de criptomoeda a receber um alvará para operar como um banco nos Estados Unidos após receber licença do estado de Wyoming, que aceita criptomoedas. Em outubro do mesmo ano, o Wyoming State Banking Board votou para conceder à instituição financeira Avanti uma licença bancária para serviços relacionados a criptomoedas.

No final do ano passado, o Gabinete do Controlador da Moeda introduziu uma carta que permite às empresas de fintech oferecer produtos de empréstimo sem exigir a supervisão dos reguladores bancários estaduais. O custodiante de criptomoedas, Anchorage, se tornou a primeira empresa de criptomoedas a receber licenciamento sob a carta patente em janeiro de 2021.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *