Bitcoin está praticamente morto, diz jovem milionário do BTC

Bitcoin está praticamente morto, é o que diz um jovem milionário que conseguiu sua pequena fortuna no embalo que levou o BTC a quase 20mil dólares.

Erik Finman, conseguiu sua pequena fortuna durante a corrida que levou o Bitcoin ao valor de quase US$ 20.000 no ano passado e agora avisa aos otimistas da criptomoda de que o futuro é sombrio. Matéria publicada pela Marketwatch.

Bitcoin está praticamente morto
Bitcoin está praticamente morto, diz jovem milionário do Bitcoin

O jovem de 12 anos investiu em Bitcoin quando o preço estava a US$ 1000 em 2011, já em 2018 seu nome virou manchete depois que seu investimento virou um montante de US$ 4 milhões.

Agora Finman alerta a todos os investidores que colocar todos os ovos na mesma cesta é um erro, dizendo que o Bitcoin tem prazo de validade.

“O Bitcoin está morto, é fragmentado demais, há muitas disputas internas. Não acho que vá durar”, disse Finman ao MarketWatch. “Pode haver um mercado de alta ou dois, mas a longo prazo, está morto.”

O jovem também comentou sobre o Litecoin, uma das criptomoedas mais conhecidas depois do Bitcoin:

“Litecoin morreu há algum tempo”, disse ele. “É como quando o sol está se pondo e tem aquele período de oito minutos pouco antes de escurecer. Litecoin está em seu sétimo minuto.”

Para Finman criptomoedas que possuem um projeto por trás tem um futuro mais promissor como o Ethereum ou ZCash. O Bitcoin Cash também teria uma ótima tecnologia mas foi mal divulgado pela a equipe de desenvolvedores.


Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *