Bitcoin provavelmente não substituirá o sistema financeiro atual

Bitcoin provavelmente não substituirá inteiramente o sistema financeiro atual

Bitcoin pode não significar o fim da moeda tradicional e do sistema bancário, de acordo com o diretor de pesquisa do Coin Center, Peter Van Valkenburgh. Em uma entrevista ao Washington Journal na C-Span, Van Valkenburgh disse:

“Acho que há pessoas na comunidade do Bitcoin que provavelmente fazem muitos ruídos sobre como o Bitcoin vai dominar todos os sistemas econômicos e ninguém mais usará dólares, e ninguém mais usará bancos, e eu acho que isso é um pouco imprudente. O fato da questão é que haverá momentos em que uma transação de Bitcoin é o que você deseja. Definitivamente, se você estiver em um estado opressor como a Nigéria ou a Bielo-Rússia, talvez seja mais útil usar Bitcoin. Nos EUA, temos um sistema bancário bastante estável. Temos o estado de direito, temos um governo que funciona muito bem.”

A forma como o Bitcoin é usado pode depender da localização geográfica dos usuários. Em alguns países, o Bitcoin (BTC) é visto mais como um ativo especulativo, usado para negociação e investimento.

Em outras regiões, o Bitcoin pode servir como um veículo de maior liberdade, proporcionando aos usuários mais flexibilidade e pagamentos mais rápidos, bem como uma saída para problemas inflacionários em comparação com as finanças e moedas tradicionais. Referindo-se subsequentemente à semelhança com o ouro em termos de oferta limitada, Van Valkenburgh observou:

“De modo geral, aqui nos Estados Unidos, você provavelmente ainda usará cartões de crédito e Venmo e coisas assim, mas talvez queira comprar alguns Bitcoin porque pode ser uma forma de equilibrar sua carteira de investimentos contra a ameaça da inflação. Então, talvez, você sabe, como parte de uma carteira equilibrada que inclui outros investimentos mais seguros, você possa ter um pouco de Bitcoin para se proteger contra a inflação.”

Veja mais em: Criptomoedas | Investimentos | Notícias

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *