Bitmain passa por turbulências após saída de suposto sócio

Bitmain passa por turbulências após saída de suposto sócio

Na data de 27 de abril, foi divulgada uma declaração do maior produtor mundial de equipamento de mineração de criptomoeda, a Bitmain. A declaração condenava as tentativas do co-fundador Micree Ketuan Zhan de recuperar o controle da Fujian Zhanhua Intelligence Technology Co. Ltd.

O co-fundador Jihan Wu revelou em 29 de outubro de 2019, através de um email, que estava demitindo seu sócio e presidente da Bitmain, Micree Zhan. Jihan Wu também emitiu um aviso para toda a sua equipe da Bitmain solicitando que para não entre em contato ou participe de reuniões com ex-sócio Zhan.

Zhan recorreu legalmente para recuperar sua posição na Bitmain após sua demissão. Ele apresentou, até o momento, duas queixas contra a empresa e sua subsidiária Fujian Zhanhua Intelligence Technologies.

“Lutarei por ela [Bitmain] até o fim legalmente. Não permitirei que aqueles que desejam conspirar contra a Bitmain tenham sucesso. Se alguém quiser uma guerra, nós lhe daremos uma.”

Zhan precisa se ater à fatos ou provas legais

A Fujian Zhanhua Intelligence Technologies foi processada por Micree Zhan. Zhan argumenta que ele possuía 36% do patrimônio da empresa. Entretanto, a Bitmain disse em sua última declaração que comenta o caso, alegando que Zhan não apresentou nenhuma prova do mesmo, o que torna suas alegações infundadas diante da lei.

Ademais, a declaração também esclareceu:

“A decisão relatada pela mídia é apenas uma decisão de jurisdição processual, ou seja, o Tribunal Popular Intermediário de Fuzhou finalmente decidiu que o caso deveria ser julgado pelo Tribunal Popular do Distrito de Fuzhou Changle”.

Não houve nenhuma audiência relacionada ao caso, muito menos um julgamento final, em que a Bitmain estivesse relacionada.

Bitmain passa por turbulências após saída de suposto sócio

A Bitmain não será afetada pelas decisões do caso

Sobretudo, a Bitmain vem se esforçado para conseguir manter a confiança das pessoas na empresa inabalável. Contudo, a empresa mencionou recentemente e especificamente que os resultados do processo não terão impacto na produção ou operação da Bitmain. Fujian Zhanhua também estará sob o comando total da empresa, assegurou a declaração.

Porém, é válido lembrar que a Bitmain não tem exibido seu melhor desempenho, desde o último ano. Em 2 de janeiro de 2019, foi informado que a empresa pretendia cortar 50% de sua equipe enquanto lidava com outras complicações legais.

Atualmente, o destino da maior empresa de mineração, parece incerto. As políticas da empresa e a complicações legais em andamento têm contribuído para isso. É esperado que o próximo Halving do Bitcoin (BTC) apenas agrave a situação.

Veja mais em: Criptomoedas

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário