BitMEX promete ser neutro em carbono

BitMEX promete ser neutro em carbono

BitMEX, plataforma de negociação de derivados de criptomoedas, que teve sua fama de má imprensa no ano passado, está tentando contribuir para limpar a imagem da indústria em geral, tomando medidas para lidar com as crescentes preocupações climáticas sobre a pegada de carbono das moedas de prova de trabalho como Bitcoin (BTC).

Em um comunicado, a exchange disse que, embora existam visões extremamente divergentes e precisão de informações em relação aos riscos climáticos apresentados por algumas criptomoedas, a BitMEX sente que tem a “responsabilidade de tomar medidas positivas”.

Esta ação terá a forma de uma tentativa de compensar sua pegada de carbono doando $0,0026 para cada $1 de taxas de blockchain que seus usuários paguem. Exatamente qual organização receberá essas doações ainda não foi confirmada. A BitMEX diz que está pesquisando com quem fazer parceria e que divulgará mais detalhes no devido tempo. A exchange acrescenta:

“A compensação de carbono não é a única resposta às preocupações relacionadas à pegada ambiental de criptomoedas, mas é certamente um bom começo […] a indústria tem que se unir e enfrentar os desafios que correm o risco de desviar nossas intenções positivas.”

A BitMEX tirou seu valor de $0,0026 de cálculos aproximados publicados por Sam Bankman-Fried, o CEO da exchange de criptomoedas FTX e Alameda Research. A sugestão de Bankman-Fried, admitindo “grandes barras de erro”, é que essa soma deve ser suficiente para que as empresas de criptomoedas compensem suas emissões de carbono.

Uma resposta mais robusta da indústria pode ser necessária, como o BitMEX parece reconhecer. Este mês, a recente Análise de Estabilidade Financeira do Banco Central Europeu destacou a “pegada exorbitante de carbono” de cripto-ativos como motivo de preocupação. Enquanto isso, organizações que vão do Greenpeace à Tesla começaram a deixar de aceitar pagamentos BTC devido à intensidade energética da mineração e das transações.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *