Candidato a prefeito propõe uma moeda digital para financiar a polícia

Um candidato a prefeito em Lewisville acha que encontrou a chave para financiar a força policial da cidade sem aumentar os impostos. O candidato, Winston Edmondson, está lançando a ideia de uma criptomoeda municipal para obter mais policiais e equipamentos.

Edmondson chama a criptomoeda de Blue Coin. As pessoas iriam comprá-la na cidade e usá-la como dinheiro em empresas locais participantes. As empresas que concordarem em recebê-la, então, darão uma parte dessa venda para a cidade.

“Ao dizer que eles querem apostar na Blue Coin, estão dizendo que querem dar uma porcentagem de cada transação. Então basicamente você pode pensar nisso como um imposto voluntário”.

O empresário, Jason McDermott, foi o primeiro a dar seu apoio ao plano.

“É para o benefício do Departamento de Polícia de Lewisville. Para ser honesto com você, eles merecem isso e muito mais”, disse McDermott.

McDermott, que é dono da Hat Tricks, também acredita que outras empresas seguirão sua liderança e assinarão se a Blue Coin se tornar realidade.

“Quem não adotaría uma moeda que beneficia a comunidade que é regulada pela cidade?”.

Jason Tyra, um contador de Dallas especializado em criptomoeda, diz que viu empresas tentando gerar receita como essa ideia, mas não como uma cidade. Ele acrescentou que seria preciso muito comprometimento tanto de empresas como de clientes para que funcionasse. Mas o candidato a prefeito Edmondson espera que as pessoas em Lewisville estejam dispostas a apostar no risco.

“Se todos quisermos participar e contribuir, imagine quanto dinheiro seria arrecadado fazendo isso”, disse Edmondson.

Quando questionado sobre o quanto, Edmondson aponta para um imposto sobre vendas da cidade que já vai para o departamento de polícia que gera cerca de US $ 2,5 milhões em custos com pessoal. Mas na nova fronteira criada pelas criptomoedas, não se sabe se a Blue Coin geraria a mesma quantia.

Edmondson estará concorrendo contra o atual prefeito Rudy Durham.

Durham diz que não tinha ouvido falar da proposta antes de um jornal local a publicar em uma matéria e disse que a cidade não deveria se envolver com criações de qualquer moeda.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário