Cartões da Wirecard voltam a operar

Cartões da Wirecard voltam a operar

A Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA) permitiu a reativação de cartões de débito cripto emitidos pela Wirecard de empresas como Crypto.com e TenX.

As autoridades do Reino Unido permitiram em 29 de junho, que a Wirecard Card Solutions, uma subsidiária com sede em Newcastle, da problemática empresa alemã Wirecard AG, retomasse a atividade regulada. Anteriormente, em 26 de junho, a FCA havia suspendido a licença da Card Solutions. A suspensão ocorreu após surgirem as notícias sobre a empresa deturpar mais de US$ 2 bilhões em reservas em dinheiro.

As restrições mencionadas, foram levantadas em 30 de junho de 2020, às 00:01 GMT. Então, significando assim, que todos os cartões de débito criptografados emitidos pela Wirecard foram reativados. Além disso, foi destacado que ainda existem “requisitos impostos à autorização”.

O comunicado da reativação foi confirmado pelo Crypto.com e pela TenX, pois anunciaram que seus cartões de débito criptográfico agora podem ser utilizados novamente.

O Wirecard está com problemas

Em 18 de junho, quando auditores da empresa de contabilidade Big Four EY não puderam confirmar a existência de US$ 2,1 bilhões em dinheiro, o escândalo começou para o Wirecard. De acordo com o anunciado anteriormente pelo Financial Times, a equipe da empresa em Dubai e Dublin supostamente enganou a EY por quase 10 anos ao conspirar “para inflar fraudulentamente vendas e lucros nas subsidiárias”.

Além disso, em 25 de junho, a empresa havia entrado com um processo de insolvência. A abertura do processo foi vista por alguns como o primeiro passo para a falência. Os acionistas da Wirecard já entraram com um processo judicial contra a EY por sua suposta negligência na auditoria da empresa.

O ex-CEO da Wirecard, Markus Braun, foi preso pela polícia em Munique após de ser acusado de deturpar os saldos da empresa.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.