CEO de Exchange mostra que não há correlação entre os preços do Bitcoin e de ações

CEO de Exchange mostra que não há correlação entre os preços do Bitcoin e de ações

Com a grande baixa nos principais mercados, motivados pela pandemia, o preço do Bitcoin à princípio, mostrou cair igualmente, mas tem se observado que agora o seu preço está tomando um outro rumo separadamente. O CEO da bolsa de criptomoeda AAX, Thor Chan explicou: “Quando as bolsas caíram, o Bitcoin caiu, parecia que eles estavam correlacionados”. Ele acrescentou:

“No entanto, a queda anterior do Bitcoin junto aos mercados financeiros tradicionais é devido a um problema de liquidez. As pessoas jogam o que podem em qualquer mercado. Isso é muito extremo e raro, porque até os ativos de ‘porto seguro’ caíram. Logo depois, a liquidez tornou-se ‘normal’ novamente, vimos o preço do Bitcoin por conta própria, de forma não correlacionada.”

As medidas de proteção contra o novo coronavírus no mercado, afetaram de forma negativa os mercados tradicionais desde o início de março desse ano. Foi relatado que o Dow Jones Industrial Average caiu quase 10% e o Bitcoin caiu aproximadamente 50% nos dias 12 e 13 de março. Apesar da grande queda continuar afetando esses principais mercados convencionais, o Bitcoin vem mostrado um destino distinto.

“Os traders de Bitcoin assistem o livro de registros tanto quanto prestam atenção à economia global”, declarou Chan, adicionando:

“A condição atual do Bitcoin brota da mesma incerteza que todos estão enfrentando. Mas os negociadores de criptomoedas estão definitivamente antecipando uma alta. Ninguém quer perder, e ninguém quer perder enquanto o espera. Daí a volatilidade.”

CEO de Exchange mostra que não há correlação entre os preços do Bitcoin e de ações

CEO diz que dinheiro será recuperado

Chan disse que os fundos vêm mostrando crescimento gradativo à criptomoeda. Ele observa que mesmo com cortes anteriores, o corte atual ainda pode mostrar impacto. O CEO ainda cita o grande desempenho dos Estados Unidos que tem grande significado na equação, em que bancos centrais de outras nações irão seguir.

As medidas protetivas contra o novo coronavírus e as crises de mercado causaram uma situação mundial ímpar, e isso torna o que está por vir cada vez mais incerto. “Embora a crise atual não seja uma recessão comum, haverá consequências, tanto econômica quanto politicamente”, declarou Chan. “Acho que a comunidade de criptomoedas sabe muito bem como o Bitcoin pode agir nessas circunstâncias – e, embora os investidores institucionais sejam cautelosos no momento, eles sabem muito bem como está o sentimento no espaço de criptomoedas”, adicionou o CEO.

Ele explicou ainda várias outras opiniões sobre o que vem ocorrendo no mercado nesses tempos de coronavírus em uma entrevista dada no dia 30 de março, em que mencionou esperar que os preços de criptomoeda estejam em alta ainda nessas semanas seguintes.

Veja mais em: Criptomoedas

 

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário