China considera proibição de mineração de bitcoin

China considera proibição de mineração de bitcoin

A agência de planejamento econômico da China acrescentou “atividades de mineração de moeda virtual” à lista de indústrias que enfrentam uma proibição no país.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR) disse na segunda-feira que buscará opiniões públicas sobre uma lista revisada de indústrias que deseja incentivar, restringir ou eliminar.

Pequim alega que a energia consumida pela indústria de criptomoeda contribui para a poluição e desperdiça recursos, embora ainda não esteja claro quando a proibição entrará em vigor.

A mineração de bitcoin envolve a realização de tarefas intensivas de processamento de computadores e, quanto mais computadores estiverem envolvidos, maior a quantidade de eletricidade necessária para energizá-los.

Essas comunidades de mineração de computadores bitcoin em grandes operações são às vezes conhecidas como fazendas e algumas das maiores do mundo são sediadas na China.

A agência não disse como pretende eliminar a mineração de bitcoin, mas disse que deve ser eliminada imediatamente. Deu ao público até 7 de maio para comentar o projeto.

China considera proibição de mineração de bitcoin
China considera proibição de mineração de bitcoin.

O preço do Bitcoin teve um bom desempenho depois, subindo quase 20% na semana passada, incluindo o maior ganho de preço para uma única sessão desde o auge da bolha de 2017.

O Bitcoin foi submetido a um exame minucioso na China em 2017, quando os reguladores começaram a proibir as ofertas iniciais de moeda e a fechar as exchanges de criptomoedas locais.

Traduzido e adaptado de : sharecast.com

Deixe um comentário