Quando se trata de criptomoedas, muita coisa boa pode acontecer. As pessoas estão correndo para abrir contas em plataformas de câmbio de bitcoin, ethereum e litecoin nos últimos meses, às vezes até congestionando os sites com os altos níveis de acesso. Mas nem tudo são flores nesse enxurrada de visitas.

O número de reclamações da Coinbase, uma das maiores exchanges de negociação de ativos digitais, aumentou mais de 100% só em janeiro. De acordo com a Consumer Financial Protection Bureau, no primeiro mês do ano, foram 889 reclamações, dessas, mais de 400 queixas foram categorizadas como “dinheiro não estava disponível”, uma questão bastante fundamental para qualquer conta financeira.

Nos últimos seis anos, a demanda pelos serviços da empresa só aumentaram. A Coinbase tinha 13 milhões de usuários em Novembro, foram mais de um milhão de novos clientes naquele mês.

À medida que as reclamações se multiplicam em sites como o Reddit e em outros lugares, a Coinbase buscar aumentar sua equipe de suporte ao cliente. Em janeiro, a empresa disse que contratou Tina Bhatnagar, ex-executiva do Twitter, para encabeçar a equipe de suporte da exchange nos próximos meses e em junho expandirá o suporte telefônico 24 horas por dia para todos os clientes. Bhatnagar disse no mês passado que a empresa também contratará 500 agentes de suporte ao cliente no final de maio

Esta não foi a primeira tentativa da empresa de lidar com as falhas do serviço ao cliente – em junho do ano passado o CEO Brian Armstrong pediu desculpas pelas falhas no suporte e disse que a empresa estava “duplicando a capacidade de suporte geral” na época também.

Agora é uma questão de tempo e paciência, será que a Coinbase irá finalmente resolver seus problemas de atendimento? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Deixe um comentário