Coinbase Earn fecha um ano após a aquisição de US$ 100 milhões

Coinbase Earn fecha um ano após a aquisição de US$ 100 milhões

A Coinbase está encerrando a startup Earn.com, que adquiriu por cerca de US$ 100 milhões no ano passado. O serviço de e-mail permitia que os remetentes pagassem aos usuários em moeda digital por responder a mensagens comerciais ou concluir tarefas.

Coinbase diz adeus a Earn.com

A plataforma de negociação de criptomoedas de São Francisco, Coinbase, decidiu encerrar o Earn.com (anteriormente conhecido como 21 Inc). A exchange notificou os clientes da decisão por e-mail, explicando que está “desistindo da Earn.com se concentrar exclusivamente na Coinbase Earn”, informou o The Block na segunda-feira. Os usuários do serviço recebem um aviso de cerca de dois meses até que retirem todos os seus fundos.

A empresa também acrescentou que planeja “escalar ainda mais o Coinbase Earn adicionando mais campanhas à plataforma, para conectar mais redes de blockchain com usuários de criptomoedas envolvidos”. O Coinbase Earn é um serviço destinado a incentivar as pessoas a aprender mais sobre novas criptomoedas. A plataforma educacional recompensa os usuários com tokens por concluir várias tarefas, como assistir a vídeos e responder a questionários sobre conteúdo relacionado a criptomoedas.

Coinbase Earn fecha um ano após a aquisição de US$ 100 milhões
Coinbase Earn fecha um ano após a aquisição de US$ 100 milhões.

Aquisição de US$ 100 milhões

A idéia por trás do Earn.com era permitir que os remetentes pagassem aos usuários em moeda digital por responderem a e-mails e concluir tarefas, o que visa beneficiar usuários comuns de email e remetentes em larga escala de emails comerciais. Um usuário normal de e-mail pode ganhar criptomoedas ao responder a e-mails e também usar o preço dos e-mails recebidos como um sinal para classificá-los por importância. Os remetentes de e-mail comercial podem usar o Earn.com para pagar aos usuários para que respondam a mensagens relacionadas a assuntos como recrutamento, captação de recursos e marketing, que a maioria dos usuários apenas filtra como spam em circunstâncias normais.

A Coinbase anunciou apenas que adquiriu a Earn.com em abril de 2018. As duas partes não revelaram os detalhes financeiros do acordo, mas estima-se que na época estejam pouco acima de US$ 100 milhões. Isso foi consideravelmente menor do que as avaliações anteriores para a startup e causou uma reação dos investidores, de acordo com relatos da mídia do Vale do Silício.

Como parte da aquisição, o co-fundador e CEO da Earn, Balaji Srinivasan, ingressou na Coinbase como o primeiro Chief Technology Officer (CTO) da empresa. O Earn.com prometeu a seus usuários na época que não estava “caindo” ou mudando drasticamente. De fato, a empresa alegou que o produto só ficaria “maior e melhor” como conseqüência desse acordo.

Traduzido e adaptado de news.bitcoin.com

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *