Coinsecure adia a restituição de bitcoins roubados sem permissão de autoridades

A Coinsecure, uma exchange de criptomoedas da Índia, anunciou que não pode reembolsar aos clientes os bitcoins roubados no momento. A empresa alega que, enquanto as investigações estão em andamento, são necessárias permissões das autoridades para iniciar o processo de reivindicações que ainda não recebeu.

A exchange confirmou anteriormente que 438.31859715 BTC foram roubados em 8 de abril, valendo aproximadamente US$ 3.067.220.A plataforma de câmbio revelou em 21 de abril que começou a trabalhar no processo. “Esperamos que no fim de semana seguinte [28-29 de abril], nós devamos começar [a reembolsar]” e os clientes poderiam então solicitar os montantes roubados. No entanto, esse prazo já passou e a exchange agora está dizendo que “houve uma demora nessa ação ”, dizendo que as investigações estão em andamento, mas eles não têm muito a dizer e precisam da permissão das autoridades para iniciar o processo de compensação.

“Haverá novos contratos lançados para todos os nossos usuários que mantiveram um saldo em Coinsecure”.

A Coinsegure tem cooperado com as autoridades para recuperar seu BTC perdido. A empresa suspeita que seu Chefe de Segurança, Dr. Amitabh Saxena, estava por trás do roubo. Uma queixa foi protocolada na Célula de Crimes Cibernéticos da Polícia de Délhi em 10 de abril. As autoridades aconselharam a exchange a “confiscar o sistema do suspeito para uma investigação mais aprofundada”, que seguiu e coletou o laptop de Saxena.

Em carta às autoridades, o CEO da Coinsecure, Mohit Kalra, escreveu: “como as chaves privadas são mantidas com o Dr. Amitabh Saxena, sentimos que ele está criando uma história falsa para desviar nossa atenção e ele pode ter um papel a desempenhar em toda essa questão.”

Se todos os bitcoins roubados forem recuperados, a Coinsecure disse que todos os estoques de bitcoins de todos os clientes serão reembolsados ​​por saldo. Caso contrário, a empresa explicou:

Aplicamos o bloqueio nas taxas a partir de 9 de abril de 2018. 10% do saldo de moeda de retenção será reembolsado no BTC e 90% será devolvido em INR.

Para ajudar na recuperação de moedas perdidas, a plataforma também pediu ajuda à comunidade e ofereceu uma recompensa de 10%.

Mesmo em meio à turbulência em torno da Coinsecure, a Venezuela anunciou na semana passada que a Exchange Indiana foi certificada para operar no país na esperança que a bolsa liste a Pedro em sua plataforma.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário