CovidLock: o novo golpe que surgiu com a pandemia global

covidlock

Em época de crises há sempre alguém querendo levar vantagem sobre o próximo. Com esse pensamento, o CovidLock foi criado. Em suma, se trata de um ramsonware que bloqueia a tela do celular e impede o usuário de utilizá-lo. Para ter seu aparelho de volta, é necessário pagar uma certa quantia em Bitcoins para os cibercriminosos.

Na última semana, houve uma pandemia de medo em todo o globo. Na verdade, o medo da doença foi muito mais devastador do que a doença em si. Dessa forma, temos acompanhado diversos casos de atitudes anti-éticas pela população do mundo todo.

Para tentar apaziguar os ânimos e diminuir os efeitos da doença em si, diversas medidas estão sendo tomadas pelos governos ao redor do mundo. Dentre elas está a criação de aplicativos que ajudam no combate à doença. E é justamente neste ponto que cibercriminosos estão mirando.

Com o aumento das buscas de palavras-chave como “coronavírus” e “covid”, por exemplo, hackers estão desenvolvendo aplicativos que se parecem muito com oficiais, confundindo os usuários e implantando ramsonwares nos aparelhos, como o CovidLock (um estilo de vírus para celulares, não o nome do app).

Como o CovidLock funciona

A engenhosidade dos hackers deixou a desejar dessa vez. Quando o usuário instala o vírus, a senha que destrava a tela é alterada, e uma mensagem aparece como plano de fundo. Dessa forma, fica impossível acessar o aparelho, a não se que US$ 100 sejam pagos em BTC para os hackers.

Um dos maiores problemas com o aplicativo é a liberação de acesso total ao aparelho, o que permite aos hackers total controle sobre ele. Assim, se for do interesse dos criminosos, podem coletar qualquer tipo de informação que estiver contida no celular.

De acordo com as autoridades, existe um padrão de atuação nessa área, e tudo indica que é um grupo de criminosos. Além disso, não é a primeira vez que realizam crimes dessa forma, mas já contam com uma ficha extensa.

Uma boa notícia sobre o ocorrido é que o app não foi muito divulgado. Assim apenas algumas pessoas tiveram a “sorte” de cair no golpe, que foi rapidamente denunciado. No entanto, cada vez mais casos da doença tem sido notificado no mundo, o que significa que é bem provável aumentar o número de vítimas do golpes dessa natureza também.

Recomendações de segurança

Vamos deixar algumas recomendações de segurança para que você não caia em golpes como o descrito nesta postagem. Basicamente, as recomendações são:

  • Baixar app somente pela store;
  • Utilizar somente app com bom rating;
  • Não instalar aplicativos de sites estranhos.

O mais importante de tudo é sempre instalar aplicativos da store, pois eles possuem diversos mecanismos de segurança que impedem golpes como este. No entanto, esses mecanismos não são perfeitos, e por isso você deve sempre olhar o rating (a quantidade de estrelas) do aplicativo, pois também é um bom indicativo de confiança.

Por fim, por mais interessante que o app de um site seja, evite ao máximo instalar app fora da store. De fato, essa é uma porta aberta e muito explorada por hackers para invadir seu celular.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário