Conheça a iniciativa “Cripto contra COVID-19” da Binance

Binance Covid 19

No final de 2019, uma nova doença aparecia na China, e rapidamente tomou conta do mundo. Porém, visando amenizar os estragos dela, houve a união de diversos países e empresas para seu combate. No entanto, algo que chamou a atenção nesse meio foi a iniciativa “Cripto contra COVID-19”.

Promovida pela Binance, uma das maiores no assunto de criptomoedas, os valores não poderiam ser mais vistosos. De fato, somente a Binance se comprometeu em doar US$ 1 milhão em criptomoedas. Porém, o foco da iniciativa é atingir os US$ 5 milhões, contanto com a ajuda do mundo todo.

Fora estes valores, a exchange Binance também prometeu doar US$ 1 milhão adicional por via de doações públicas. Toda a estrutura do “Cripto contra COVID-19” será implementada pela Binance Charity.

Como o Cripto contra COVID-19 irá ocorrer?

O fundador e CEO da Binance, Changpeng Zhao, disse que é uma oportunidade para a comunidade cripto mostrar seu poder de ajudar o mundo. Além disso, revelou que todas as transações serão publicadas, onde será possível acompanhar como o fundo está sendo gasto.

Porém, a iniciativa já deixou claro que o foco é comprar mais equipamentos médicos, assim como suprimentos básicos para o tratamento da doença. Da mesma forma, os principais países beneficiados serão os EUA, Itália, Coréia do Sul, Irã, Alemanha, Espanha e Reino Unido.

Esse patrocínio da Binance não é novo, pois a empresa já havia atuado na China, onde US$ 1,4 milhões foram doados para a mesma finalidade, onde obteve resultados positivos na China continental. Isso aconteceu em janeiro, por meio do projeto “Binance for Wuhan”, e todo o dinheiro foi para a compra de suprimentos médicos.

O resultado desse dinheiro não poderia ser melhor: 20.000 kits de teste, 366.000 pares de luvas, 56.800 máscaras, 1000 lâmpadas germicidas, 7.850 roupas de proteção, 20.000 pares de óculos de proteção, 388 concentradores de oxigênio e quase 500 kg de desinfetante.

Todo o material foi distribuído para mais de 300 hospitais em diversas províncias chinesas, dando prioridade àqueles próximos ao epicentro do surto do COVID-19. Com certeza foram equipamentos que fizeram muita diferença no combate à doença.

Criptomoedas em ação

Uma das mais belas expressões humanas é a compaixão por seu semelhante, e as criptomoedas permitiram que isso acontecesse mais facilmente.

Embora estejamos falando da iniciativa “Cripto contra COVID-19”, não é apenas nesse projeto que as criptos estão ajudando o mundo a se livrar do coronavírus. A Cruz Vermelha, por exemplo, está usando o Bitcoin para receber doações.

Isso aconteceu depois do surto gigantesco que ocorreu na Itália, onde as forças da Cruz Vermelha entraram em ação para conter o problema. No entanto, o combustível dessa luta é o dinheiro, e por isso as doações são de extrema importância.

Da mesma forma, receber doações apenas por dinheiro em papel significa burocracia, taxas altas e muito atraso na entrega. Além disso, as cédulas podem aumentar a disseminação do vírus. Em vista disso, a Cruz Vermelha Itália, por meios hábeis, conseguiu aceitar doações em BTC.

Essa atitude, embora possa parecer pequena, irá ajudar milhares de pessoas necessitadas, fazendo a diferença na vida de muitas pessoas. O Bitcoin pode não ser o hedge ideal, mas com certeza tem potencial para ajudar em crises desse tipo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Bitcoin contra o COVID-19
Notícias

Bitcoin contra o COVID-19

Em meio à pandemia de coronavírus, várias instituições e governos se uniram para resolver o problema. Porém, algo que chamou bastante a atenção foi o

Leia Mais »

Deixe um comentário