Início»Criptomoedas»Esses caras só precisam de dinheiro: o que usuários venezuelanos pensam sobre o Petro?

Esses caras só precisam de dinheiro: o que usuários venezuelanos pensam sobre o Petro?

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Quando o Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, revelou ao mundo o Petro, ele liderou o grupo de torcedores sobre o que seria uma ideia de sucesso e inovação. Uma moeda cripto, protegida pelo governo, que ajudaria o país em crise.

No entanto, rapidamente, a promessa do Petro foi dissecada. A moeda começou a ser vista como uma grande fraude, tanto por aqueles que vêm da Venezuela, quanto por aqueles que foram exilados ou fugiram do país por vontade própria.

Mesmo assim, Maduro continua empurrar sua moeda digital, convidando os países  da OPEP a participarem e, além disso, iniciando a pré-venda. Mas, como o resto do mundo e, especialmente, os Estados Unidos, continuam a reprová-lo, é importante ver como ele não está tendo sucesso entre a comunidade venezuelana.

Criptomoeda, uma oportunidade limitada

Ostensivelmente, há uma tendência de apoio ao Petro. No entanto, há muitos que estão chamando isso de campanha de propaganda paga em plataformas como o Twitter. A hashtag #AlFuturoConElPetro, que significa “Para o Futuro com Petro”, tem sido usada tanto por agências governamentais como por pessoas que apoiam o uso da nova moeda, incluindo o presidente venezuelano.

 

Um venezuelano, recentemente exilado do país, explica, em entrevista, que as criptomoedas que funcionam no país como moedas representam pequena porcentagem:

“Atualmente, pelo menos 80% da população vive abaixo da linha da pobreza. Apenas uma porcentagem muito pequena pode possuir os recursos econômicos necessários para usar uma criptomoeda para transações cotidianas; para ter acesso a um smartphone, por exemplo, e uma porcentagem ainda menor do grupo anterior possui habilidade técnica para realmente entender e usar esse sistema. Portanto, como um substituto do Bolívar falido, isso está longe de ser uma solução para as pessoas.”

Leia Também:  Venezuela aumenta os salários para vincular câmbio a Petro

Contudo, com este pequeno grupo que está tentando qualquer coisa para fazê-lo funcionar, é possível pode vê-los mergulhando com o Petro, há alguma chance de lucrar. “Você aposta que eles investirão em Petro, desde que vejam uma chance decente de lucro”, explicou o entrevistado, mas também reiterando que é uma pequena porção da população que terá a chance de fazê-lo:

“Os venezuelanos podem tomar partido quando se trata de política, e hoje, a grande maioria do país rejeita o regime de Maduro. No entanto, eles são oportunistas espontâneos quando se trata de perspectivas de benefício pessoal, especialmente econômicos. Adicione a esse traço cultural o fato de que o país está passando pela pior crise econômica, social e política de toda a história moderna, e você terá um catalisador para um caso de uso muito atraente do Petro para os venezuelanos regulares.”

Dentro deste minúsculo subconjunto de usuários de criptomoedas na Venezuela, aqueles que decidem ir com o Petro não estarão colocando todos os seus esforços nessa criptomoeda.

“De modo algum, eles colocam todos os seus ativos no Petro. Se existe alguma coisa que a maioria do país conhece agora, é que o regime de Maduro tem a única intenção de eternizar-se no poder através de qualquer meio. E, da mesma forma, a propaganda de alto volume, as medidas econômicas arcaicas, os controles monetários e os esquemas financeiros, que serviram apenas para enriquecer funcionários governamentais de alto escalão, enquanto controlam as massas através da fome e do medo.”

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

Desenvolvedores Cardano prometem superar Bitcoin e Ethereum

Próximo artigo

Ilhas Marshall lançara criptomoeda governamental

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.