Ferramenta de análise on-chain

Ferramenta de análise on-chain

A Houbi (HT) Global lançou uma ferramenta de análise on-chain, através de um anúncio no dia 13 de abril. Denominada Star Atlas, a plataforma tem como finalidade monitorar transações ilícitas de criptomoedas que podem funcionar em equipe com ferramentas similares.

Star Atlas poderá ajudar a Houbi a enfrentar algumas críticas recebidas no passado. O relatório Chainalysis, de crimes criptográficos do estado relata que: “Binance e Huobi lideram todas as compras de Bitcoin ilícito por uma porcentagem significante.”

A vice-presidente de negócios do Houbi Group, Ciara Sun, descreve a funcionalidade da ferramenta Star Atlas: “O Star Atlas é uma ferramenta de monitoramento on-chain que tem como finalidade monitorar transações de criptomoeda a fim identificar e detectar crimes como fraude, dinheiro, lavagem e outras atividades do tipo.”

Ferramenta de análise on-chain

Parcerias entre blockchains

Ainda que a ferramenta seja similar à outras desenvolvidas pela Chainalysis, Elliptic e Ciphertrace, Ciara Sun acredita que é possível melhorar o setor através de parcerias. Sun também relata que o Star Atlas possui uma vantagem comparativa: “É similar, mas é diferente, porque o Huobi atua como uma bolsa há quase sete anos e combinamos toneladas de pesquisas de segurança. Nunca tivemos uma enorme violação de segurança. Dessa maneira, nossa equipe tem uma experiência muito grande. Desenvolvemos todos esses dados nos últimos sete anos. A Star Altas mantém um grande banco de dados de endereços.”

De acordo com Sun, a Houbi espera conseguir parcerias com outras empresas do setor de criptomoedas, tais como Chainalysis e CryptoCompare. Ciara acha as parcerias importantes, pois enquanto a Huobi acumulou muitos dados na Ásia, outras empresas podem ter mais dados do Ocidente. Seria um benefício para ambas.

Sun também declara que tem esperanças de que o Star Atlas ajude a Houbi: “A compra pode ser mais confiável. Então, acho que o Star Atlas ajudará nisso. Mas uma das razões pelas quais lançamos é porque queremos tornar o espaço de criptomoedas mais amplo e melhor.”

O anúncio da ferramenta Star Atlas ocorreu em seguida da saída de Huero Coréia do Monero (XMR), o qual passou por um escândalo. Monero foi possivelmente usado para transações anônimas relativas a exploração sexual.

Veja mais em: Criptomoedas

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *