Hashdex: Web3 e ETF na bolsa de valores brasileira “B3”

Hashdex Web3 e ETF na bolsa de valores brasileira “B3”

A Hashdex, uma gestora global de ativos focada em criptomoedas, revelou o lançamento de seu Web3 Exchange Traded Fund (ETF) com um novo comunicado.

De acordo com um relatório, o novo ETF estará disponível na B3, a principal bolsa de valores do Brasil, e dará aos investidores uma maneira segura e diversificada de investir na Web3 e suas plataformas de contrato inteligente subjacentes.

O período de reserva do novo ETF começou em 14 de março de 2022, e vai até 25 de março de 2022. O cofundador e CEO da Hashdex, Marcelo Sampaio, disse que a empresa acredita que a Web3 representa o futuro da internet e é mais uma indicação do blockchain potencial da tecnologia. Ele acrescentou que:

“O ETF WEB311 não apenas oferece exposição às plataformas de contratos inteligentes que sustentam a Web3, mas serve como uma maneira acessível e única de investir em projetos que serão o principal motor da Internet do futuro.”

O novo produto foi anunciado em conjunto com a CF Benchmarks, uma das maiores fornecedoras mundiais de índices do mercado de ativos digitais. O WEB311 espelhará o “Índice de Capitalização de Mercado de Plataformas de Contrato Inteligente CF Web 3.0”.

O índice incluirá tokens de duas plataformas líderes do setor com os contratos DeFi mais valiosos em termos de valor total bloqueado em seus protocolos – Ethereum (ETH) (22,5%) e Solana (SOL) (22,1%) – bem como ecossistemas emergentes. Eles se enquadram na categoria de Cardano (ADA) (22,5%), Polkadot (DOT) (19,5%), Algorand (ALGO) (8,8%), Tezos (XTZ) (3,5%); e Cosmos (ATOM) (1,1%).

A Hashdex é uma gestora de fundos que emite fundos de investimento em criptomoedas licenciados, tendo lançado seu primeiro ETF focado em criptomoedas, HASH11, em abril do ano passado. A Hashdex também oferece um fundo BTC/Nasdaq Crypto Index ponderado pela Nasdaq e um fundo Bitcoin Risk Parity Gold.

Em agosto de 2021, a Hashdex introduziu um ETF dedicado ao futuro da internet, que é descentralizado e construído na tecnologia blockchain com o ticker BITH11.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.