Início»Mineração»Igreja investigada por mineração de criptomoedas ilegal

Igreja investigada por mineração de criptomoedas ilegal

3
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A Igreja investigada por mineração de criptomoedas ilegal foi forçada a pagar por isso. A decisão do tribunal na Rússia determinou recentemente que a igreja deve pagar taxas mais altas de eletricidade, devido ao fato de que eles estão executando hardware de mineração de criptomoedas na propriedade. Embora esta seja uma decisão judicial isolada, certamente tem implicações para os cidadãos privados, que estão minerando em suas próprias casas.

“Grace”, a organização religiosa evangélica envolvida, negou que a eletricidade fosse usada para a mineração de criptomoeda. Isso não é surpreendente, considerando que a Europa Oriental desfruta de baixas taxas de eletricidade subsidiada, o que leva muitos a minerar em sua própria casa. A legislação atual exige que aqueles que possuem mineração de criptomoedas paguem taxas mais altas de eletricidade, uma alegação que a igreja, localizada em Irkutsk, na Rússia, negou.

O fornecedor regional de eletricidade, notou um aumento significativo de eletricidade da igreja no ano passado. Inspetores da empresa até encontraram hardware de computação na igreja, em uma sala de servidores no segundo andar. A empresa afirmou que a quantidade de eletricidade consumida na verdade põe em perigo a área vizinha.

Igreja investigada por mineração de criptomoedas
Igreja investigada por mineração de criptomoedas ilegal

A igreja pediu um reembolso de 1,1 milhão de rublos da empresa, que totalizam mais de US$ 16.000. O Tribunal de Arbitragem de Irkutsk tomou o partido de Irkutskenegro, apesar das alegações da igreja de que a eletricidade era utilizada para fins de aquecimento e para produzir material religioso. O tribunal indicou que o período de tempo em questão era durante o verão, então a explicação do “aquecimento” era improvável.

A energia é muito mais barata para pessoas privadas e para certas organizações, incluindo igrejas, na Europa Oriental. De fato, a corte decidiu que, embora a igreja consuma mais eletricidade, ela ainda deve ser cobrada abaixo da taxa padrão. Muitos se perguntam se isso causará repercussão, e se o Estado forçará os indivíduos privados a começarem a pagar taxas mais altas para minerar criptomoedas.

Esta não é a primeira vez que uma organização tem minerado criptomoeda quando não deveria ter na Rússia, já que engenheiros russos no Centro Nuclear Russo estão enfrentando acusações criminais por usar um supercomputador para minerar bitcoins no começo deste ano.Uma das razões pelas quais a mineração com criptomoedas ganhou popularidade na Rússia deve-se a Dmitry Marinichev, assessor de assuntos da internet de Vladimir Putin. De fato, ele recentemente levantou milhões de dólares para o ICO da Russian Miner Coin.

É claro que o tempo dirá se esta decisão judicial realmente afetará aqueles que mineram a criptomoeda no conforto de sua própria casa.

Traduzido e adaptado de : ccn.com

Artigo anterior

Sistema eleitoral pode se tornar pior com a Blockchain

Próximo artigo

Aplicações do Blockchain e das Criptomoedas – Eficiência e Economia

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.