InDeal mandou dinheiro para o exterior através de Bitcoin

O escândalo de pirâmide na empresa InDeal foi enorme. As condenações por causa desse crime seguiram por todo o ano de 2019, estando em atividade atualmente.

Em setembro de 2019, foi constatado que a empresa mandou mais de R$120 milhões para o exterior por Bitcoin. Esse ato, quando não corretamente relatado para a Receita Federal, se enquadra em crime de divisa.

Segundo o ministro Sebastião Reis Júnior, não havia autorização para esta transação financeira. Além disso, sem nenhuma autorização do BACEN e da CVM, a InDeal chegou a operar mais de 38 mil investimentos a pessoas jurídicas e físicas.

Além disso, apesar de dizer que se tratava de investimento em criptomoedas, a InDeal investiu em renda fixa. Ou seja, dos 15% de retorno mensal oferecido pela empresa, a renda fixa ficava abaixo de 2%.

Veja: Entenda mais sobre Bitcoin!

Como foi realizado o esquema da InDeal?

O principal funcionamento do esquema da InDeal era a captação de moeda brasileira e emissão para o exterior como criptomoedas. Essa operação era realizada por exchanges localizadas no exterior.

Em uma conta na exchange Poloniex, localizada nos EUA, a empresa tinha mais de 3990 Bitcoins. O total, em reais, chegava à R$129 milhões.

Para colocar o esquema em prática, foram captados cerca de 23 mil investidores brasileiros. Dessa forma, tudo na InDeal era feito para parecer uma empresa de finanças. O prejuízo total aos investidores chegou a bater a casa do bilhão. Além disso, a evasão de divisas também ocasionou perdas para o país na totalidade.

Investimentos estranhos

A promessa de grandes ganhos com criptomoedas atraiu muitos investidores. No entanto, mal sabia eles que a maior parte do dinheiro era depositada em renda fixa. Para quem não entende de investimento, renda fixa é o pior investimento para rentabilidade.

Para piorar a situação, os rendimentos apresentados pela InDeal eram todos falsos. Foram apresentados lucros de 50 milhões, 20 milhões, e demais valores falsos. No entanto, o valor rendido não passou de 2 milhões em determinados períodos.

Como identificar um esquema de pirâmide?

Um esquema de pirâmide, em linhas gerais, não gera valor. Ou seja, todo dinheiro que entra vai para o topo da pirâmide. Assim, inevitavelmente ocorre um colapso.

Existem algumas características típicas de esquemas fraudulentos. Uma delas, como no caso da InDeal, é a promessa de ganho rápido. Isso atrai muitas pessoas leigas no assunto de investimentos.

Além disso, esquemas fraudulentos são muito difundidos pelas mídias sociais. Geralmente são atrativos e geram esperança nas pessoas. É claro que existem boas campanhas de Marketing Digital sobre investimentos corretos, mas elas não chegam nem aos pés de um esquema fraudulento.

Quando o mercado estiver seguindo um hype, fique atento para não ser enganado. É muito comum picaretas levarem vantagem de tendências de mercado para benefício próprio. Dessa forma, busque se atualizar sobre o tema que deseja investir, e só depois coloque seu dinheiro em jogo. Não saia por aí colocando seu precioso dinheiro em qualquer negócio.

Deixe um comentário