Intel: Nova concorrente no mercado de mineração?

De acordo com um pedido de patente nos Estados Unidos divulgado em 29 de março, a gigante da tecnologia Intel está interessada em criar hardware especializado para a mineração de Bitcoin. O pedido de patente foi apresentado em 23 de setembro de 2016 e descreve um acelerador de hardware de mineração Bitcoin.

De acordo com o resumo do pedido, a patente é um sistema de chip que implementa um acelerador de hardware de mineração de Bitcoin que pode incluir um núcleo de processador e um acelerador de hardware acoplado ao núcleo e pode incluir um primeiro bloco computacional, com um caminho de dados, bem como um segundo bloco computacional.

Em termos leigos, o novo hardware da Intel teoricamente tornaria a mineração de Bitcoin menos intensiva em energia e, portanto, mais lucrativa.

A mineração de Bitcoin é atualmente dominada pela Bitmain Technologies, uma empresa privada com sede em Pequim, na China. Além de operar vários dos maiores pools de mineração Bitcoin do mundo, a Bitmain fabrica chips ASIC e o hardware de mineração que usa esses chips. Em 2017, a empresa arrecadou algo entre 3 e 4 bilhões de dólares em lucros.

A Intel, no entanto, está pronta para entrar no mercado como uma nova concorrência ao monopólio centralizado da Bitmain.

De acordo com o pedido de patente, a empresa de Santa Clara, na Califórnia, aparentemente desenvolveu um método para reduzir “o espaço utilizado e a energia consumida pelo hardware de mineração Bitcoin”.

Atualmente, a mineração de Bitcoin é incrivelmente ineficiente em termos de energia e provou ser menos lucrativa quanto mais o preço do Bitcoin diminui. Isso, por sua vez, forçou a saída de muitas pequenas mineradoras, ao mesmo tempo em que aumentou o domínio sobre o setor em operações de larga escala, como a Bitmain.

Entretanto, a nova tecnologia da Intel poderia tornar a mineração em pequena escala mais uma vez rentável e, ao fazê-lo, ajudar a tirar o controle das mãos dos gigantes da mineração. Randy Copeland, presidente da Velocity Micro – uma construtora de sistemas sediada em Richmond, Virgínia e parceira da Intel – disse:

“Quando essa nova tecnologia da Intel for lançada no mercado, mais pessoas vão minerar novamente, porque ela é lucrativa novamente, reduzindo o valor de mercado das moedas e encontrando um novo equilíbrio de mercado”.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário