Irã proíbe mineração de criptomoedas por quatro meses

Irã proíbe mineração de criptomoedas por quatro meses

O Irã anunciou uma proibição de quatro meses da mineração de criptomoedas, como Bitcoin, que consome energia, depois que as cidades sofreram apagões não planejados.

O presidente Hassan Rouhani disse em uma reunião de gabinete que a principal causa dos apagões foi uma seca que afetou a geração de energia hidrelétrica.

Mas ele disse que a mineração de criptomoedas, 85% da qual não é licenciada, drena mais de 2 GW da rede a cada dia.

Estima-se que 4,5% de toda a mineração de Bitcoin ocorre no Irã.

A companhia nacional de eletricidade disse no sábado que as instalações de mineração de criptomoedas licenciadas já haviam fechado voluntariamente suas operações para aliviar o fardo.

Mas Rouhani disse na quarta-feira que instalações não licenciadas estavam usando entre seis e sete vezes mais energia e que, portanto, ele teve que proibir todas as atividades de criptomoeda até 22 de setembro.

O presidente também disse que o ministro da Energia estava certo ao pedir desculpas aos iranianos pelos apagões não planejados que afetaram empresas e residências em Teerã e várias outras cidades na semana passada.

Traduzido e adaptado de: en.armradio.am

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *