Ladrões perfuram parede para roubar 85 máquinas de Mineração Bitcoin

Ladrões perfuram parede para roubar 85 máquinas de Mineração Bitcoin

O “maior assalto a banco da história”, segundo o Guinness World Records, envolveu o uso de cérebros, músculos e nenhuma violência. Este foi o assalto ao Banco Central do Brasil em Fortaleza. A quadrilha alugou instalações em um prédio próximo e cavou um túnel para chegar aos cofres do banco. Uma vez lá, eles levaram cinco contêineres cheios de maços de dinheiro.

Agora, o mais próximo comparável que temos no setor de criptomoedas ocorreu na Malásia.

As autoridades da Malásia prenderam cinco homens acusados ​​de roubar 85 máquinas de bitcoin. A polícia capturou os homens em uma operação policial no dia 2 de novembro.

Quatro homens e uma mulher alugaram um prédio em Seremban, na Malásia, ao lado de um armazém que armazenava as máquinas de bitcoin. Os cinco perfuraram o muro de concreto que ligava os dois edifícios. Todos os suspeitos eram amigos sem antecedentes criminais.

Ladrões perfuram parede para roubar 85 máquinas de Mineração Bitcoin
Ladrões perfuram parede para roubar 85 máquinas de Mineração Bitcoin.

No valor de US$ 10.300 cada, as máquinas eram provavelmente plataformas de mineração de bitcoin, embora a polícia local não tenha especificado.

“Em 29 de outubro, um lojista apresentou um relatório policial após a falta de 85 máquinas de bitcoin“, disse o chefe de polícia de Seremban, Supt Mohd Said Ibrahim, em entrevista coletiva. “Posteriormente, a polícia realizou buscas e prendeu suspeitos, com idades entre 25 e 46 anos.”

Os ataques ocorreram no sábado à noite entre meia-noite e 17h, horário local. As autoridades confiscaram um carro, um veículo pequeno de quatro rodas e equipamentos pesados ​​que se acredita serem usados ​​para perfurar o concreto.

Os suspeitos ainda não foram condenados.

Traduzido e adaptado de: coindesk.com

Deixe um comentário