Navegador Brave adiciona novos truques para proteger usuários de criptomoedas de ataques de phishing

Brave browser adiciona novos truques para proteger usuários de criptomoedas de ataques de phishing

De acordo com um tweet de 8 de setembro da Brave, o navegador baseado em privacidade incorporou soluções de código aberto da empresa de segurança cibernética PhishFort. O objetivo é ajudar a prevenir ataques de phishing – um golpe que geralmente envolve induzir a vítima a fornecer informações pessoais com um e-mail falso que leva a um site falso. Brave afirmou que o software da empresa detectaria fraudes de criptomoedas e alertaria os usuários sobre domínios suspeitos.

Os detalhes sobre a integração são escassos no momento, no entanto, um relatório PhishFort de junho disse que:

“Quando a recompensa é tão valiosa e anônima quanto criptomoedas, esses invasores iteram rapidamente e visam os aplicativos mais usados ​​e comentados”.

“Quando você é um usuário de criptomoeda, seu nome de usuário e senha são apenas o começo de seus problemas – e os phishers estão começando a perceber isso […] eles estão começando a explorar as ferramentas específicas que usamos para interagir com nossos cripto ativos. “

A empresa anti-phishing tem ajudado empresas usadas por detentores de criptomoedas a se defenderem de ataques semelhantes. Em abril, ajudou a remover 49 extensões do navegador Google Chrome que visavam os portadores de carteira de hardware e software com golpes de phishing projetados para roubar seus ativos digitais.

Brave continua a ser um navegador da web popular para muitos na comunidade das criptomoedas por sua privacidade e recursos de bloqueio de anúncios, bem como suas recompensas de Token de Atenção Básica. Em 1º de setembro, a plataforma tinha 18,3 milhões de usuários ativos mensais.

Traduzido e adaptado de: cointelegraph.com

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário