Número de investidores em criptomoedas aumenta em 50%

Número de investidores em criptomoedas aumenta em 50%

Uma pesquisa publicada pelo provedor de fundos de índice de criptomoedas, Bitwise Asset Management, descobriu que o número de consultores financeiros alocando capital para criptomoedas aumentou cerca de 50% em um ano.

A pesquisa, realizada em parceria com o site de investimentos ETF Trends, consultou cerca de 1.000 consultores financeiros dos EUA em dezembro. Os resultados indicam que 9,4% das carteiras de clientes foram expostas a ativos criptográficos – e 6,3% há um ano atrás.

Dos consultores de investimento que ainda não alocaram para criptomoedas, 15% afirmaram que “provavelmente” irão investir em moeda virtual durante 2021, com 2% declarando que irão “definitivamente” investir na classe de ativos este ano.

Os planejadores financeiros estão muito mais dispostos a investir seu patrimônio pessoal em criptomoedas, com 24% afirmando que já o fizeram.

As consequências econômicas globais da pandemia de coronavírus parece ser a principal motivação que está levando os planejadores financeiros para ativos criptográficos, com 54% dos entrevistados descrevendo “retornos não correlacionados” como o principal benefício da exposição à criptomoeda.

Um quarto dos participantes da pesquisa descreveu “cobertura de inflação” como o utilitário mais atraente das criptomoedas, em comparação a 9% no ano anterior. A demanda dos clientes também parece significativa, com 81% dos consultores relatando que os clientes os consultaram sobre ativos criptográficos em 2020, contra 76% em 2019.

Apesar do crescimento de consultores financeiros fazendo alocações para criptomoedas, o CIO da Bitwise observou:

“A pesquisa mostra que ainda é cedo para as criptomoedas, com menos de 10% dos consultores alocando hoje. No entanto, a adoção e o interesse estão crescendo: a pesquisa sugere que o número de conselheiros alocando pode dobrar ou mais no próximo ano.”

O CEO da ETF Trends, Tom Lydon, disse:

“Os consultores financeiros estão cada vez mais em busca de exposição a ativos alternativos e o interesse em criptografia está aumentando.”

O número de criptomoedas dentro da comunidade de consultores de investimentos também está caindo, com o número de entrevistados prevendo que o BTC cairá para zero, caindo de 14% em 2019 para 8% no ano passado e caindo pela metade para apenas 4% este ano.

Por outro lado, o número de consultores prevendo preços de Bitcoin de seis dígitos em cinco anos aumentou de 4% para 15% em um único ano.

Veja mais em: Criptomoedas | Investimentos | Notícias

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *