O que podemos esperar do Halving do Bitcoin?

Halving do Bitcoin

Um evento no mundo das criptomoedas é muito aguardados pelos investidores. O Halving do Bitcoin está previsto para ocorrer em maio de 2020. O evento irá reduzir pela metade a recompensa das mineradoras dessa criptomoeda.

Esse processo não pode ser modificado por ninguém. Ele faz parte das regras encapsuladas no código do Bitcoin desde sua criação. Além disso, ele já ocorreu antes na história da moeda virtual.

Os períodos de Halving do Bitcoin são conhecidos por picos de preços e alta volatilidade. Todavia, podemos esperar uma grande mudança no cenário das criptomoedas, pois uma alteração desse porte em um mercado bilionários com certeza irá impactar todas as criptos.

Diversos grupos que atuam com criptomoedas estão se preparando para esse evento. É estimado que o Halving do Bitcoin ocorra a cada 4 anos, sendo importante para manter a escassez da moeda, além de controlar a inflação.

Como será o cenário durante o Halving do Bitcoin?

Assim como qualquer outra mudança de grande porte em qualquer mercado conhecido, existirão vencedores e perdedores. Por essa razão os agentes atuantes neste mercado estão buscando entender o tamanho do impacto desse fenômeno. Dessa forma, será possível obter alguma vantagem do Halving.

Esse tipo de evento é o que confunde investidores acostumados com o mercado tradicional. O comportamento do Bitcoin varia de acordo com regras obscuras. No entanto, mesmo sendo regras deterministas, ainda causa estranheza em quem não está acostumado a lidar com elas.

A teoria econômica padrão diz que, se a quantidade de um recurso é diminuída mas sua demanda não se altera, temos um aumento no preço do produto. Porém, como todos estão preparados para o evento, já existe uma precificação estimada para o Halving. Isso pode fazer com que apenas a volatilidade e o volume de negociações aumentem, mas não o preço propriamente dito.

Como foram os períodos pós-Halving anteriores?

Se olharmos o período pós-Halving ocorridos em novembro de 2012 e julho de 2016, há um aumento de preço bastante significativo. O preço do Bitcoin subiu em torno de 80 vezes e 4 vezes, respectivamente. No entanto, não se sabe até que ponto os Halvings atuaram para esse aumento repentino.

Segundo Jeff Dorman, da Arca, existem indícios de que a volatilidade será ainda maior dessa vez. Os mercados derivativos do Bitcoin, ainda jovens, apontam para esse cenário. A grande atividade esperada para o mercado é interessante para investidores.

Como ficará para as mineradoras?

Embora a diminuição da recompensa possa parecer o principal ponto negativo para as mineradoras, ele não é o principal. Na verdade, a alta volatilidade esperada no Halving do Bitcoin é a grande causa de preocupação para elas.

Uma das características das mineradoras é sua grande quantidade de Bitcoins estocados. É com essas moedas que elas investem em seu crescimento. Assim, se a volatilidade estiver muito alta, ficará mais difícil investir em novos equipamentos, dado que a previsibilidade do preço da moeda digital é um fator importante para isso.

Existem meios hábeis para ajudar na segurança das mineradoras quanto aos riscos do mercado de criptos. No entanto, quase não há opção contra a volatilidade da moeda.

Fonte: UOL

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário