O preço do Bitcoin continua atingindo novos marcos

O preço do Bitcoin continua atingindo novos marcos

O preço do Bitcoin teve um grande crescimento nas últimas duas semanas. A moeda atingiu um novo recorde, apenas para subir ainda mais após uma breve correção. O recorde mais recente da moeda é de US$ 28.288 e, embora não haja muito tempo em 2020, ainda é possível que o BTC possa ter um último impulso e atingir mais um marco antes de 2021 chegar.

Análise fundamental: um novo marco

Na última semana, o Bitcoin teve um tremendo crescimento de preços, a maior parte ocorrendo durante o fim de semana, logo após o Natal. Assim que o feriado terminou, o preço do BTC – que foi negociado lateralmente por alguns dias – começou um aumento maciço que adicionou US$ 4.000 ao seu preço, permitindo que ele mergulhasse mais alto do que nunca e ultrapassasse a próxima barreira psicológica de US$ 25.000.

Não mudou muito em termos de demanda – a moeda ainda está sendo comprada a uma taxa incrível. Seu volume diário de negociação está acima de US$ 65,7 bilhões e sua capitalização de mercado recentemente ultrapassou US$ 500 bilhões , superando empresas como Mastercard, Samsung, Walmart e até Visa no último domingo.

Enquanto isso, também houve algumas previsões negativas, como o aviso de Kevin O’Leary de que os reguladores serão duros com o Bitcoin. Sua declaração foi repetida por Peter Schiff, que disse que o aumento repentino do preço da moeda deve atrair reguladores.

Outra declaração de Dave Ramsey, um conhecido guru financeiro, disse que duvida que o Bitcoin possa ser sacado, aconselhando os investidores a vender o mais rápido possível.

Em uma nota mais positiva, os derivativos de Bitcoin dispararam mais do que nunca, e até mesmo alguns futuros de junho previam um preço de US$ 30.000 por moeda . Claro, depois que o BTC já atingiu US$ 28 mil, é possível que esse preço seja alcançado muito antes de junho.

Análise técnica: outro recorde seguido por outra correção

Como mencionado, o Bitcoin negociou lateralmente por vários dias antes do Natal, enquanto tentava quebrar o nível de US$ 24.000. A violação aconteceu, no próprio dia de Natal, quando a moeda fez um novo recorde de US$ 24.578 antes de ver uma leve correção.

A correção não desceu muito, e o nível de US$ 24k já começou a atuar como um grande suporte no mesmo dia.

No fim de semana, o Bitcoin disparou novamente, atingindo o novo e atual recorde de US$ 28.288,84. Mais uma vez, o preço da moeda foi rejeitado e uma correção começou.

No domingo à noite, a queda da moeda foi interrompida por um suporte de US$ 26.200, evitando que ela afundasse ainda mais e permitindo que se recuperasse ligeiramente. Desde então, a moeda conseguiu voltar ao nível de US$ 27.000, embora continuasse oscilar entre esta nova resistência e um suporte de US$ 26.700.

O que acontecerá com o Bitcoin em 2021?

Já houve muitas previsões para o preço do Bitcoin em 2021. Os futuros de junho são prova suficiente de que os investidores continuam otimistas, e que muitos vêem esta corrida de alta como mais longa e saudável do que a de 2017, que desde então foi considerada uma produto da manipulação de preços.

Traduzido e adaptado de: invezz.com

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *