Preço do Bitcoin cai com saída de BTC de dois pools de mineração

Preço do Bitcoin cai com saída de BTC de dois pools de mineração

Supostamente, os mineradores de Bitcoin (BTC) podem ter começado a vender moedas mais uma vez. Dados mostram que em um único dia, dois pools de mineração liberam mais de 7.000 BTC.

Em 24 de junho, horas antes do BTC/USD cair drasticamente para US$ 9.500, os números do recurso de monitoramento online CryptoQuant saíram.

HaoBTC e o Poolin, são os pools de mineração sob os holofotes atualmente. Poolin registrou seus segundos maiores fluxos diários de registro. No total, os dois tiveram saídas totalizando 7.153 BTC (US$ 68,1 milhões).

Ainda que o movimento não esteja correspondendo ao aumento semelhante nos saldos cambiais, as moedas ainda podem acabar sendo vendidas por métodos alternativos. Tal como o mercado de balcão, uma prática predominante no HaoBTC e na China natal de Poolin.

De fato, as saídas dos mineradores estavam diminuindo desde um pico ocorrido em maio causado pelo halving do Bitcoin.

Durante esse período, os mineradores estavam vendendo um pouco a mais do que ganhavam, uma tendência que posteriormente acabou por começar a economizar renda.

Alguns usuários do Twitter destacaram que as vendas de mineradoras acompanharam a ação descendente do preço do Bitcoin nas últimas 24 horas. Nesse tempo, o BTC/USD perdeu cerca de 1,1%.

Preço do Bitcoin cai com saída de BTC de dois pools de mineração

Os acontecimentos para BTC eram esperados por especialistas

Esses acontecimentos podem ser considerados otimistas! De acordo com analistas, há uma tendência de alta para este período, que começaria em breve. Era esperado pois havia rumores de que o PayPal estava prestes a integrar o suporte a criptomoedas.

Uma alta de US$ 10.000 a US$ 12.000 era o esperado, e visto como teoria forte estabelecida dentre Keith Wareing da Cointelegraph Markets e Michaël van de Poppe. Além daqueles que olham para a possibilidade de uma saída para cinco dígitos.

No entanto, segundo van de Poppe, ainda que se leve em consideração a última queda, o Bitcoin permanece em um cenário forte que só seria comprometido por ficar abaixo de US$ 9.200.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.