O United States Marshals Service dos EUA está preparando um leilão de cerca de US$ 25 milhões em bitcoin no final deste mês.

Hoje foi anunciado que o serviço de delegados dos EUA colocará aproximadamente 2.170 bitcoins em leilão, com a venda prevista para 19 de março. Os licitantes devem enviar um depósito de US$ 200.000 e completar os requisitos de registro até o dia 14 de março para participar, de acordo com o Serviço.

O leilão será dividido em 14 blocos separados, com dois blocos contendo 500 BTCs, 11 blocos com 100 BTCs e um bloco contendo 70 BTCs.

De acordo com o comunicado, os bitcoins foram confiscados em “conexão com vários casos criminais, civis e administrativos federais”, que vão desde julgamentos federais até ações da Agência de Controle de Drogas.

A proveniência da maioria dos bitcoins apreendidos estão listadas on-line. Algumas das moedas envolvidas foram atribuídas ao caso Shaun Bridges, o ex-agente do Serviço Secreto que foi condenado à prisão depois de ser acusado de roubar fundos durante as investigações feitas a respeito do portal da deepweb, Silk Road.

As vendas que serão realizadas dia 19 de março marca o último leilão de bitcoin pela agência. No mês passado, o serviço de delegados juntaram mais de 3.600 bitcoins que valem mais de US$ 30 milhões na cotação atual. É também o segundo leilão feito dentro de um período de quase dois anos. O último leilão ocorreu em meados de 2016 , quando a agência vendeu 2.700 BTCs.

Deixe um comentário